Ministro da Justiça de FHC assina manifesto a favor de Haddad

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Ministro da Justiça no governo Fernando Henrique Cardoso, José Carlos Dias aderiu ao movimento de juristas a favor da candidatura de Fernando Haddad (PT), antecipado pela Folha de S.Paulo. Dias, que coordenou a Comissão da Verdade em 2013, se juntou ao grupo de mais de 1.000 advogados que chancelam o manifesto intitulado “Pela Democracia, Todas e Todos com Haddad”.

Também são signatários nomes como os do ex-presidente do STF (Supremo Tribunal Federal) José Paulo Sepúlveda Pertence, advogado do ex-presidente Lula, e do ex-procurador-geral da República Cláudio Fonteles. O manifesto será entregue a Haddad em um ato na quinta (18), em São Paulo.

O documento surgiu a partir do movimento #EleNão Jurídico, contra Jair Bolsonaro (PSL). O texto afirma que união se dá em torno da defesa da democracia, que está acima de “interesses individuais, corporativos e partidários”.

“Neste momento difícil da história do Brasil, nós, brasileiras e brasileiros de todos os credos, raças, etnias, profissões, filiações políticas, orientações sexuais e de gênero, damo-nos as mãos para pedir paz e, mais do que tudo, a preservação da democracia”, diz o texto.

O manifesto repudia a “violência física ou simbólica como forma de reprimir opiniões contrárias” e afirma que Haddad, “independentemente de eventuais diferenças programáticas” é o único candidato “capaz de garantir a continuidade do regime democrático e dos direitos que lhe são inerentes”.

+

Política

Loading...