MP investigará recurso para obra de unidade de saúde

Conselho Muncipal da Saúde pediu apoio da Justiça para saber de paradeiro da verba

MP investigará

O presidente do Conselho Municipal de Saúde de Joinville, Valmor Machado, afirmou ontem que a entidade formalizará uma representação no Ministério Público para investigar o paradeiro dos recursos para a construção da unidade de saúde no bairro São Marcos. Valmor estranha. Ele diz que no final do ano passado havia em torno de R$ 250 mil do PAC 2 disponíveis para a construção da unidade, que teria um custo total de R$ 600 mil.

Sumiu

Na reunião entre a Secretaria Municipal da Saúde e o Conselho Municipal da Saúde, na terça-feira, ninguém sabia explicar o sumiço do recurso. Como a licença ambiental para a construção da unidade foi liberada apenas no dia 11 de janeiro, é bem provável que a verba tenha voltado para Brasília.

Presentes

O prefeito de São Francisco do Sul, Luiz Zera (PP), e o vice-prefeito, Marcos Scarpato (PT), participaram do Encontro Nacional de Prefeitos em Prefeitas no Centro de Convenções Ulysses Guimarães, em Brasília. Zera quer aproveitar a parceria com o PT do vice Scarpato, bem ligado ao governo federal, para viabilizar a construção de moradias pelo programa Minha Casa, Minha Vida, além de novas creches e de novas quadras esportivas.

De olho

Mas o que Zera mais gostou foi do anúncio da presidente Dilma Rousseff sobre a liberação de recursos para a revitalização das cidades históricas. O prefeito acredita que estes programas do governo federal terão reflexo direto nas prefeituras. “Precisamos trabalhar para que São Francisco do Sul seja uma das cidades prestigiadas”, disse o prefeito. Ontem, Zera estava em Santos, participando da reunião dos municípios portuários.

Vacinação

O Sesi, entidade do Sistema Fiesc, vacinará contra a gripe mais de 160 mil trabalhadores de cerca de 1.000 empresas e sindicatos industriais catarinenses. A vacinação, que faz parte de uma campanha nacional, começa em março e vai até junho com início nas regiões Sul e Sudeste. Indústrias interessadas em participar da campanha devem procurar o Sesi até 28 de fevereiro.

Orientações

Além da aplicação da vacina, as empresas vão receber orientações sobre a campanha e os efeitos da vacina. Também poderão receber um estudo que vai avaliar a redução dos casos de falta ao trabalho por causa de gripe e se houve diminuição de custos por afastamentos pela doença.

Fiscalizou

O presidente da Águas de Joinville, Nelson Possamai, conferiu ontem o andamento das obras do binário do bairro Vila Nova com o superintendente Regional Norte do Deinfra (Departamento Estadual de Infraestrutura), Ademir Machado. Possamai garante que não encontrou motivos para o atraso. Os trabalhos prosseguem normalmente na construção de duas pontes no local. Depois de finalizada esta parte, a Águas de Joinville instalará uma adutora externamente.

Reunião

Nelson Possamai se reunirá na manhã de hoje com a direção da empresa Infrasul, responsável pela obra, para uma avaliação do binário. A ideia é acelerar o projeto.

Contorno

Iniciadas em 2009 e com previsão de conclusão para 2012, as obras do contorno ferroviário de Joinville e São Francisco do Sul continuam paralisadas. O deputado federal Marco Tebaldi (PSDB) enviou um pedido de informações ao DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes) questionando possíveis irregularidades, o motivo da demora e a previsão retomada e conclusão das obras.

Resposta

Em resposta no início de 2013, o DNIT negou qualquer irregularidade e apontou as condições climáticas e de solo para a paralisação de obras. A previsão é de que as obras sejam retomadas somente em julho, após estudos de solo. A obra, que deveria estar concluída em 2012, deve ser finalizada em 2015.

Transtorno

Atualmente, a linha férrea passa pelas áreas urbanas de Guaramirim, Joinville, Araquari e São Francisco do Sul. O DNIT assumiu o projeto em 2006, mas, somente em 2009, com o anúncio do PAC (Programa de Aceleração do Crescimento) é que o contorno começou a sair do papel. Além de paralisar o trânsito, a passagem dos trens oferece riscos à população.

Contato

No jantar promovido pela Fecam (Federação Catarinense de Municípios) na noite de terça-feira em Brasília, a ministra de Relações Institucionais, Ideli Salvatti (PT), conversou com o prefeito de Jaraguá do Sul, Dieter Janssen (PP). O prefeito tem interesse na segunda chamada do PAC 2.  Nesta chamada, poderão ser solicitadas novas creches, postos de saúde, pavimentação de vias estruturais, saneamento básico (estações e rede coletora de esgoto), centros de iniciação ao esporte e quadras esportivas nas escolas municipais.

Emendas

Na quarta-feira (30), Dieter participou de reunião no Ministério das Cidades para verificar o andamento da aprovação das propostas inscritas em 2012, uma delas prevê a pavimentação de vias estruturais no valor de R$ 57 milhões.

Dengue

Com o objetivo de combater a proliferação dos focos do mosquito da dengue em Joinville, um mutirão envolvendo a comunidade e o poder público será realizado no próximo dia 2, das 8 às 17h, no bairro Floresta. Segundo dados da Vigilância Sanitária da Secretaria Municipal de Saúde de Joinville, o bairro já tem 24 focos de larvas do mosquito Aedes aegypti. A ação está senda apoiada por alguns vereadores, entre eles a vereadora Pastora Léia (PSD).

Liberado

A secretária de Desenvolvimento Regional de Joinville, Simone Schramm, retornou de Florianópolis com a liberação de R$ 22 milhões para a recuperação das escolas interditadas. O recurso foi anunciado na visita do governador Raimundo Colombo na semana passada.

Inauguração


O vereador Lioilson Corrêa (PT) vai inaugurar dia 4 de fevereiro seu escritório comunitário, na rua Monsenhor Gercino, 6.675. A ideia é descentralizar o atendimento do gabinete com orientações sobre emprego, assistência social e jurídica. A onda pegou na Câmara de Vereadores de Joinville. Na semana passada, o vereador Levi Rioschi (PPS) também abriu um escritório externo.

Segurança

Assim que assumir a Secretaria Municipal de Habitação na próxima semana, o vereador Fabio Dalonso (PSDB) aplicará as medidas de segurança contra incêndios nos condomínios do programa Minha Casa, Minha Vida, em Joinville. A meta é orientar e treinar os moradores a lidar com incêndios. O treinamento é comum em países como Estados Unidos e Japão, mas ainda engatinha no Brasil.

“Na hora de um incêndio, as pessoas precisam saber o que realmente fazer. No desespero, muitas erram e acabam perdendo a vida.”

Fabio Dalonso, vereador

Loading...