Ninguém está atacando as urnas eletrônicas e a justiça eleitoral, apenas pedindo mais garantias

O presidente Jair Bolsonaro (PL) propôs a contratação de uma empresa privada para acompanhar a apuração dos votos por seu partido. A colocação gerou uma série de reações do Superior Tribunal Eleitoral; confira mais no comentário de Paulo Alceu.

Você encontra todas as matérias do ND Notícias na área especial do portal ndmais.com.br para os conteúdos da NDTV: ND Notícias

+

ND Notícias

Loading...