Nova tarifa de ônibus eleva popularidade de Udo Döhler em Joinville

Decisão foi bem recebida pela população

Popularidade

Se as primeiras ações de Udo Döhler aumentaram sua popularidade mesmo antes de assumir a Prefeitura de Joinville, agora com a caneta na mão tende a subir ainda mais. Prova disso, é que seu primeiro ato foi decretar que o preço da passagem do transporte coletivo não subirá para R$ 3, mas R$ 2,90. Ele revogou o decreto do ex-prefeito Carlito Merss (PT), que autorizou o reajuste acima da inflação antes de deixar o governo.

Apoio

Ficou evidente que o senador Luiz Henrique da Silveira (PMDB) será o principal apoiador do prefeito Udo Döhler nos próximos quatro anos em Joinville. LHS até antecipou que Udo realmente pretende transformar uma parte das secretarias regionais em subprefeituras, com mais independência para agir nos bairros. Sobre recursos, o senador garantiu que buscará  o que for possível em Brasília.

Contato

Na posse dos vereadores nesta terça-feira, o senador Luiz Henrique da Silveira cumprimentou de forma mais simpática o vereador Manoel Bento (PT). Possivelmente uma forma de agradecer a desistência de Bento de disputar a presidência do Legislativo e abrir caminho para que João Carlos Gonçalves (PMDB) pudesse assumir o comando da Câmara de Vereadores.

Inicial

De início, Claudemir já observou que o maquinário da Prefeitura está sem condições de operação. Uma preocupação a mais neste início da temporada de verão. No dia 10 de janeiro, começam as atividades desenvolvidas pelo Sesc nas praias do município.

“Tenho que avaliar nos próximos meses a situação da Prefeitura. Vamos verificar cada setor.”

Claudemir Matias (PSB), prefeito de Barra Velha

Encontro

O presidente da Amae (Agência de Água e Esgoto de Joinville), Renato Monteiro, e o novo procurador do município, Luiz Cláudio Gubert, se encontraram na posse de Udo Döhler. Os dois terão muito que conversar durante o ano, já que Renato sonha com a compra de um imóvel próprio para a agência e dependerá do aval da Prefeitura e da Câmara de Vereadores de Joinville.

Organizado

Se por um lado a posse na Câmara de Vereadores foi marcada pelo abuso no uso do tempo dos discursos dos vereadores, de outro a organização quanto à presença de pessoas no plenário merece elogios. Não ocorreu aquela famosa aglomeração e a maioria teve como assistir sentada à sessão.

Avaliação 

O prefeito de Barra Velha, Claudemir Matias (PSB) disse que somente depois de três meses é que terá condições de avaliar a situação financeira da Prefeitura. Da região, foi o único prefeito eleito que não conseguiu realizar a transição. Era nítida a adversidade com o ex-prefeito Samir Mattar (PMDB).

Avaliação e festa  

O prefeito de Balneário Barra do Sul, Ademar Borges (PMDB), aguarda o levantamento financeiro da Prefeitura. Já requereu para sua equipe os extratos e espera colocar a casa em ordem dentro de alguns meses. Na área de atividades, olhos voltados para o aniversário da cidade, no dia 9 de janeiro, e para a Marcha para Jesus, no dia 12 de janeiro.

Assume

O jornalista Thiago Dias deve assumir o Departamento de Comunicação da Câmara de Vereadores de Joinville. Ele é de confiança do presidente eleito João Carlos Gonçalves, e tem o aval do PMDB e de todos os vereadores. Conhecido pela eficiência, ele é um excelente nome para o cargo.

Pavimentação

O prefeito de Joinville, Udo Döhler, deixou claro que antes de elevados é preciso pavimentar dezenas de ruas em Joinville. São trechos que serão utilizados para melhorar o trânsito. São as chamadas vias alternativas no Centro e nos bairros de Joinville.

Explicação

O vereador Adilson Mariano (PT) decidiu não votar na chapa única para a presidência da Câmara de Vereadores de Joinville, alegando que seus princípios lhe impedem de votar em uma mesa diretora constituída como base de apoio do governo do PMDB. A presidência da Casa e os outros cargos foram eleitos com o voto de 18 dos 19 vereadores.

Decisão

O PT havia decidido pela candidatura do vereador Manoel Bento para a presidência, pouco antes do recesso. O que não se concretizou. Bento e o vereador do PT, Lioilson Mario Correa, decidiram apoiar o candidato do prefeito Udo Döhler. Mariano defende que o Partido dos Trabalhadores deve manter sua independência diante do atual governo.

Loading...