Para Haddad, bolsonarismo virou coisa perigosa

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) – Em encontro com professores em São Paulo, o candidato petista Fernando Haddad afirmou que voltou a ser perigoso ao cidadão expor suas ideias livremente.

“Hoje apresentar uma ideia divergente pode ser muito arriscado”, disse. Ele atribuiu “à turma de Bolsonaro” casos de violência registrados pelo país nos últimos dias que supostamente teriam motivação política.

“O bolsonarismo virou uma coisa perigosa”, afirmou.

Ao fim do encontro, no qual respondeu a questões a respeito de educação, o petista saiu sem falar com a imprensa.

+

Política

Loading...