Pedido de Lula ao STF fica sob relatoria de Fachin

BRASÍLIA, DF (FOLHAPRESS) – Um dos pedidos da defesa de Luiz Inácio Lula da Silva para suspender sua inelegibilidade, protocolado na noite desta terça (4) no STF (Supremo Tribunal Federal), foi distribuído para o ministro Edson Fachin relatar.

O pedido é relacionado ao recurso extraordinário apresentado pela defesa em abril contra a condenação criminal de Lula na Lava Jato. Por essa razão, a distribuição para Fachin se deu por prevenção.

A defesa argumenta que é atribuição da Segunda Turma julgar o pedido de suspensão de inelegibilidade. Caberá ao relator decidir se levará à turma ou ao plenário.

+

Política

Loading...