PMDB busca fortalecer candidatura de Udo Döhler a prefeito de Joinville

O PMDB de Joinville se reúnenesta quarta-feira (4/4/12) ao meio dia, numa churrascaria do bairro Iririú, para discutir as táticas de campanha para a pré-candidatura do empresário Udo Döhler a prefeito e também para os pré-candidatos a vereador. É a chamada “Força 15” criada para impulsionar as pré-candidaturas em Santa Catarina. Como Joinville é a maior cidade do estado terá prioridade na concentração de esforços.

Retorno
Depois de passar por uma cirurgia que teve complicações, o senador Luiz Henrique da Silveira retorna para o mundo da política. Segundo sua assessoria, LHS está confirmado na reunião desta quarta-feira. Ele levará a mensagem do PMDB nacional em apoio a pré-candidatura de Udo Döhler a prefeito.

Números
É bom lembrar que o PMDB de Joinville corre contra o tempo. O objetivo é conseguir levar Udo acima dos 15 pontos nas pesquisas eleitorais até o mês de maio. Ocorrendo esta conquista, os peemedebistas iniciam o processo para discussão das alianças com outros partidos que indicarão o candidato a vice-prefeito.

 Educação
A coordenadora da secretaria municipal de Educação, Vanessa da Rosa, substitui Marcos Fernandes, o Marquinhos, como titular da pasta. Ele retorna para a Câmara de Vereadores pelo PT, já que disputará a reeleição.

Fiscalização
Como integrante da comissão de Finanças da Câmara de Vereadores de Joinville, o vereador Jucélio Girardi (PMDB) está no pé da Prefeitura na análise dos custos de obras executadas no município. O objetivo é verificar se não estão ocorrendo os famosos aditivos, ou seja, pedido de mais recursos além daqueles orçados no início destas obras. “É uma forma de evitar o desperdício do dinheiro público sempre com a justificativa dos aditivos”, disse Girardi.

Espera
O promotor de Justiça Affonso Guizzo Neto deixou claro aos vereadores na reunião de segunda-feira, que a questão dos mais de 200 cargos comissionados será discutida gradativamente. Affonso tranquilizou a Câmara ao garantiu que haverá um ajuste de conduta nos próximos dois anos. Ou seja, o legislativo fará uma avaliação dos cargos comissionados que podem passar por concurso.

LOT
Sobre o projeto da LOT (Lei de Ordenamento Territorial), Affonso Guizzo afirmou que é preferível aguardar quatro meses por uma lei que funcione dentro da legalidade. O pior caminho seria um conflito jurídico envolvendo Prefeitura, associações de moradores e Câmara de Vereadores. Por isso da abertura do inquérito civil para que as partes entrem em acordo com a supervisão do MP.

Falta de respeito
Em menos de um mês, moradores do bairro Atiradores voltam a reclamar dos catadores. O problema é que na busca de lixo reciclável, os catadores espalham detritos pelas ruas. Ninguém é contra a ação destes trabalhadores que ajudam ao meio ambiente, mas que não deixem um rastro de vandalismo nos locais.

Contra a Corrupção
Na reunião realizada na 13ª Promotoria de Justiça na manhã de segunda-feira, ficou definido que será criado o Fórum Permanente de Combate à Corrupção. No dia 16 de abril, integrante do movimento “O que você tem a ver com a corrupção?”, apresentaram 11 itens considerados como prioridades para a moralidade. No dia 21 de abril haverá uma mobilização em Joinville e em outras cidades contra a corrupção.

Palestra
O empresário e professor Márcio Magalhães realizará, em Joinville, a palestra “Motivação, a força que nos move para os resultados”. Será dia 11 de abril, às 19h30. A realização é do Núcleo de Mulheres Empreededoras da Ajorpeme. O curso abordará temas como a importância de ser e viver feliz, a espiritualidade e qualidade de vida, a crises e seus paradigmas.

Vandalismo
A Prefeitura de Joinville está preocupada com os frequentes casos de vandalismos contra pontos de iluminação pública nas praças e ruas da cidade. Segundo o gerente da Unidade de Transportes e Vias Públicas da Seinfra, Marcos Miranda, os prejuízos já ultrapassam os R$ 100 mil.

Absurdo
Somente no Parque da Cidade, área pública localizada junto a um movimentado cruzamento de ruas, entre os bairros Bucarein, Guanabara e Boa Vista, vários casos de vandalismos continuam sendo praticados. Inaugurada há menos de um ano, a praça já teve lâmpadas quebradas com pedras, fiação elétrica e até postes de iluminação furtados.