Prefeita de São Cristóvão do Sul assume Federação Catarinense dos Municípios

Chapa de consenso elegeu pela primeira vez uma mulher para a entidade

A prefeita Sisi Blind (PP), de São Cristóvão do Sul, no Meio-Oeste, assumiu nesta quinta-feira (28) a presidência da Fecam (Federação Catarinense dos Municípios). Eleita em chapa de consenso, ela não tem dúvidas de que o principal tema no início do mandato é a situação financeira dos municípios catarinenses. 

Bruno Ropelato/ND

“Fecam, como instrumento de gestão, é importante para reunir forças”, disse Sisi

Também foram nomeados seis cargos para o Conselho Executivo e 15 para o Conselho Fiscal, sendo oito titulares e sete suplentes, garantindo a representação das 21 Associações de Municípios de Santa Catarina.

“A Fecam, como instrumento de gestão, é importante para reunir forças. Nosso objetivo é fortalecer os municípios para enfrentar essa batalha que é a crise”, disse Sisi.

A presidente destacou que o repasse da União vem apresentando queda. “Este ano foi de 13% em relação ao ano anterior no Fundo de Participação dos Municípios, o que representa R$ 40 milhões a menos”, afirmou.

A diferença do repasse comparado a índices de inflação como o IPCA (Índice de Preços ao Consumidor Amplo) motivou o discurso para que as prefeituras revejam as bases de cálculos para os reajustes.

“Enxuguei a máquina em 2013, reduzi comissionados. Os municípios vão ter que enxugar, não tem mais como manter aquele excedente”, afirmou.

No entanto, ela não quis entrar no mérito específico das administrações que tem aumentado o número de comissionados como na Capital, que nos últimos três anos teve incremento de 64% no número de cargos de confiança.

Ferramentas de gestão serão ampliadas

Depois da experiência bem sucedida do “Diário Oficial dos Municípios”, que garantiu aos municípios com menor estrutura espaço para as publicações legais, Sisi Blind disse que a Fecam vai ampliar a oferta de ferramentas de gestão para promover a economia nas 295 prefeituras conveniadas.

“Têm municípios que pagam caro por essas ferramentas, nossa intenção é vender, com preço mais atraente, para que as prefeituras possam ter meios de enfrentar a crise”, explicou.

Atualmente, 212 sites de prefeituras contam com o sistema da federação e pelo menos 50% também utilizam a plataforma de transparência. O primeiro encontro da nova administração com representantes de todo o Estado está marcado para os dias 21 e 22 de fevereiro, em Florianópolis.

Para 1ª vice-presidente da entidade a indicada foi a prefeita de Camboriú, Luzia Lourdes Coppi Mathias; 2º vice-presidente o prefeito de Monte Castelo, Aldomir Roskamp; 3º vice-presidente o prefeito de Jacinto Machado, Antônio João de Fáveri, 1ª secretária prefeita de Seara, Laci Grigolo, e 2º secretário o prefeito de Guaramirim (AMVALI), Lauro Frölich.

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Política

Loading...