Altair Magagnin

altair.magagnin@ndmais.com.br Não é só sobre política. É sobre o impacto das decisões públicas na tua vida. Jornalista profissional com experiência multimídia, acompanha os bastidores do poder e traz análises e notícias exclusivas. Siga @altamagagnin nas redes.


Primeiro servidor a assumir presidência do TCE-SC, Adircélio sabe do clamor por mudança

Será a primeira vez que um técnico concursado furou a barreira do comando de ex-políticos na Casa

Pela primeira vez na história, um servidor de carreira assumiu a presidência do TCE-SC (Tribunal de Contas do Estado). Nomeado em 2010 a partir da lista-tríplice para a vaga reservada aos auditores, o conselheiro Adircélio de Moraes Ferreira Júnior foi eleito ontem, por unanimidade, para comandar a corte de contas pelos próximos dois anos. Para a vice-presidência, foi eleito o conselheiro Herneus De Nadal, enquanto que Wilson Rogério Wan-Dall foi reconduzido como corregedor-geral. Os três serão empossados em sessão extra no dia 4 de fevereiro, uma segunda-feira.

Há uma consciência coletiva junto aos conselheiros de que os tempos de mudança sinalizados pela sociedade exigem uma revisão na postura da corte. O objetivo é que o tribunal possa ser “mais proativo e menos reativo”, nas palavras de Adircélio. É algo que o atual presidente Dado Cherem buscou realizar no biênio que se encerra. Neste sentido, entre as metas do colegiado estão avançar no combate à corrupção e ao uso irregular do dinheiro públicos, mas também contribuir para aprimorar a gestão dos municípios e do Estado catarinense.

Mescla

Ao analisar os sucessores, o atual presidente Dado Cherem definiu que a “mescla” das experiências de quem conhece “o lado de dentro e o lado de fora” ajudarão o tribunal. Se referiu a Adircélio Ferreira Júnior, servidor concursado, e Herneus De Nadal e Wilson Wan-Dall, que ocuparam cargos públicos.

Adircélio e Dado - Douglas Santos/Divulgação/ND
Adircélio e Dado – Douglas Santos/Divulgação/ND

Loading...