Problemas burocráticos no Itrran para 2013

Há questões na justiça e de estrutura dentro do instituto

Desafio

O futuro presidente do Ittran (Instituto de Transporte e Terminais de Joinville), Herto de Alencar Santana, terá muito trabalho pela frente. O recém-criado instituto, depois da extinção da Conurb, tem vários problemas jurídicos a serem resolvidos. Para começar, tem que regulamentar por meio de licitação, o serviço do estacionamento rotativo. Depois, vem a cobrança da dívida da empresa Cartão Joinville.

Mais grave

Porém, Herto de Alencar terá que resolver junto ao Ministério Público a questão legal dos mais de 100 funcionários que hoje trabalham no Ittran. O MP entende que se a Conurb foi extinta, então, teria de haver um novo concurso para a contratação. Mas a assessoria jurídica do Ittran entende que o concurso anterior vale, mesmo com a criação do novo instituto.

Gabaritado

Diante de tantos problemas, o prefeito Udo Döhler foi obrigado a buscar alguém gabaritado. Herto é engenheiro mecânico, com pós-graduação em gestão empresarial e já atuou na Venezuela e no Japão. Agora, terá o desafio de acabar com a fase de processos judiciais e outros conflitos do Ittran. Para a Secretaria de Proteção Civil, foi nomeado Francisco José da Silva, 49 anos, agente da Polícia Federal há 28 anos.

Vazio

As secretarias de Gestão de Pessoa, Planejamento e o Ippuj ficarão interinamente sob responsabilidade do secretário de Administração Miguel Bertolini. Os titulares das secretarias regionais serão divulgados também em 2013. Está nítido que não houve consenso para alguns nomes e de que existe a intenção de ser unir Ippuj e Planejamento numa mesma pasta, assim como se criar as subprefeituras.

Futuro

O PR de Joinville dependerá da união de seus integrantes que nos últimos meses têm vivido uma série de conflitos. Primeiro foi o Dr. Xuxo que assumiu a presidência do partido e quando desejou ser candidato a prefeito foi destituído. Entrou no lugar o vice-prefeito Ingo Butzke, que, após decidir apoiar o deputado estadual Kennedy Nunes (PSD) para prefeito, foi derrubado pela direção estadual.

Segue a história

No lugar de Ingo, entrou o vereador eleito Maycon César, que apoiou o prefeito eleito Udo Döhler (PMDB). Foi uma verdadeira dança das cadeiras. Agora, para que o PR possa crescer e se desenvolver em Joinville e na região será preciso a união de forças.

Vazia

Esta é a rua 9 de Março, às 10h, da manhã desta quarta-feira. Uma cena rara, pois praticamente não havia veículos e pedestres trafegando. São as férias coletivas e o forte calor que afastaram a população do centro de Joinville.

Descentralizar

O vereador eleito Levi Rioschi (PPS) resolveu inovar. Ele descentralizará o atendimento legislativo com a abertura de um escritório no Parque Guarani. As pessoas que procurarem o escritório terão orientação profissional e também jurídica. A iniciativa é resultado de uma parceria formada com empresas e escritórios de advocacia.

Emprego

Levi destaca que Joinville tem empregos sobrando, mas falta a devida profissionalização. O escritório encaminhará a pessoa para que busque cursos de aperfeiçoamento. Sobre assistência jurídica, o vereador eleito lembra que muitas pessoas não têm condições de pagar um advogado e são obrigadas a esperar por muito tempo com a justiça gratuita.

 “Resolvi inovar com a descentralização para melhor atender à população.”

Levi Rioschi, vereador eleito do PPS

Eleição

A eleição para a presidência da Câmara de Vereadores de Joinville segue em clima de bastidores. O vereador eleito do PMDB, João Carlos Gonçalves, garante que tem mais de 12 votos para vencer a disputa. Manoel Bento, do PT, afirma que a situação mudou e que vai surpreender no dia 1º de janeiro.

Data

A eleição para presidente do Legislativo municipal ocorre dia 1º de janeiro, após a solenidade de posse do prefeito eleito, Udo Döhler (PMDB), do vice Rodrigo Coelho (PDT) e dos 19 vereadores. Até as 21h, devemos ter o resultado da eleição.

Favorito

Não há dúvida de que a base governista formada pelo PMDB, PDT, PSC e PPS tem o favoritismo. O problema é saber se o acordo da eleição segue na mesma linha do legislativo na escolha do presidente. Tivemos surpresas em 2009, quando a vereadora Tânia Eberhardt tinha a eleição encaminhada e perdeu na última hora.

Mais um ataque

Parece que virou moda. Mais uma lixeira foi literalmente atacada no centro da cidade. Esta foi simplesmente arrebentada, não escapando nem o cano de ferro.

Festival

Começaram os preparativos para a próxima edição do Festival Gastronômico de Joinville, que chega a sua quarta edição e vem se consolidando como um atrativo para os joinvilenses e turistas que visitam a maior cidade de Santa Catarina.

Edição

Esta edição de verão vai ocorrer entre os dias 16 de janeiro e 10 de fevereiro de 2013 e reunirá novamente os restaurantes integrantes da Câmara Setorial de Gastronomia e Entretenimento da CDL Joinville.

Destaque

O coordenador da Câmara Setorial de Gastronomia e Entretenimento, Anselmo Reynaud, destaca que o objetivo é fomentar e fortalecer a gastronomia de Joinville, criando um clima de descontração em pleno verão. “Constatamos que há uma grande demanda pela gastronomia de qualidade e, desta maneira, o festival consolida-se com uma grande opção para os joinvilenses e turistas”, comenta o coordenador da Câmara Setorial. Como nas edições anteriores, os estabelecimentos vão oferecer um menu completo (entrada, prato principal e sobremesa) ao custo de R$ 34,90.

Loading...