Esplanada

Leandro Mazzini é jornalista, escritor e pós-graduado em Ciência Política pela UnB. Iniciou carreira em 1994 e passou pelo Jornal do Brasil, Gazeta Mercantil, Correio do Brasil, Agência Rio, entre outros. O blog é editado por Mazzini com colaboração de Walmor Parente e equipe de Brasília, Recife e São Paulo.


Setor imobiliário do DF ainda não sente efeitos do coronavírus

Índice de Velocidade de Vendas registrou “média desejável” de 6,6% positivos

O setor imobiliário do Distrito Federal, um dos mais rentáveis do País, ainda não sentiu efeitos da crise do coronavírus no 1º trimestre – obviamente, os dados do segundo trimestre, que saem em julho, poderão mostrar índices diferentes após o confinamento imposto a partir de meados de março.

Fato é que, até março, o Índice de Velocidade de Vendas (IVV) – jargão usado no segmento – registrou “média desejável” de 6,6% positivos na comercialização de imóveis novos.

Todavia, há um indicativo de crise financeira dos brasilienses. É notório nas avenidas de bairros e cidades satélites o crescente número de anúncios de vendas de imóveis usados, com deságio.

Cumpriu

Donald Trump garantira a Bolsonaro que ajudaria o Brasil. A Embaixada dos EUA já enviou R$ 66 milhões de ajuda para o Governo combater a pandemia do coronavírus.

‘Filha’ do Moro

A high society brasileira em Miami está pasma com caso surreal. Nos últimos meses, uma jovem brasileira moradora de Boston, que fez amigos na Flórida, pediu dinheiro a amigos se dizendo filha de Sérgio Moro. Quem caiu na conversa, nem desconfiou. Mas o tamanho do prejuízo chega a US$ 26 mil. Questionado pela Coluna, o ex-ministro avisou que não faz ideia de quem seja a moça. Vamos preservar o nome. Por ora.

É com você !

O PSB de Pernambuco tem o governador Paulo Câmara, cinco deputados federais – Danilo Cabral, Felipe Carreras, Gonzaga Patriota, João Campos, Tadeu Alencar – e 14 estaduais. Nenhum manifestou apoio ao prefeito Geraldo Júlio, do Recife, sobre operação da PF que cercou esquema de compra superfaturada no combate ao Covid-19. Só a Executiva Nacional soltou uma nota tímida de apoio.

Pioneiro

Condenado o primeiro político por mau uso de verba indenizatória de gabinete. É o ex-deputado federal Francisco Beckert, o Chico da Princesa. A ação é do MPF e a sentença saiu na 1ª Vara Federal de Jacarezinho (PR), por uso de notas fiscais falsas.

Que rolo

Presidente do Senado, Davi Alcolumbre adiou a ida a Macapá com o ministro da Saúde, Gal. Pazuello, porque o Governo do Estado (Waldez Góes) não montou no hospital Universitário todos os equipamentos (respiradores e ventiladores) que chegaram domingo passado (24) em voos da FAB. À Coluna, o vice-governador Jaime Nunes diz que esperam mais equipamentos e insumos para hoje. Aí a coisa anda..

MERCADO

Sinai$

A Caixa registrou índice de inadimplência de 3,14%, em sua carteira, no 1º trimestre. É alta leve, de 0,68%, em relação ao mesmo período de 2019. Mas o banco está em alerta.

A Caixa ainda contabilizou queda drástica na arrecadação das loterias (40% a menos) logo nas primeiras semanas após o início do confinamento, a partir de 17 de março, em todo o País. Mas nas seguintes, começou a recuperação. A baixa hoje é de 30% em relação ao arrecadado nos meses anteriores, dizem lotéricos.

Retorno gradual

Federações e sindicatos definiram com a Prefeitura de Goiânia as normas para retomada gradual do comércio e serviços. Com os treinos de futebol, retornam às atividades hoje os supermercados e as imobiliárias. A Fecomércio e o Comitê Municipal de Crise da Covid-19 acordaram que todos os setores voltam a funcionar no próximo sábado.

Ao leitor

Desde 9 de maço, a Coluna passou a ser publicada de segunda a sexta-feira. O leitor encontra no site www.colunaesplanada.com.br , no Twitter e no Facebook notícias extras aos sábados e domingos.

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

+ Esplanada