Esplanada

Leandro Mazzini é jornalista, escritor e pós-graduado em Ciência Política pela UnB. Iniciou carreira em 1994 e passou pelo Jornal do Brasil, Gazeta Mercantil, Correio do Brasil, Agência Rio, entre outros. O blog é editado por Mazzini com colaboração de Walmor Parente e equipe de Brasília, Recife e São Paulo.


Tatuzão de R$ 50 mi enterrado assombra a Petrobras

Após concluir as obras do gasoduto Caraguatatuba-Taubaté, atravessando a Serra do Mar em 94 km, a empresa enterrou no final de 2010 uma tuneladora nova (o famoso Tatuzão) de R$ 50 milhões

Não bastasse despejar de mais de US$ 1 bilhão na refinaria em Pasadena, EUA, a Petrobras dá exemplos de desdém com o dinheiro público no Brasil.

Após concluir as obras do gasoduto Caraguatatuba-Taubaté, atravessando a Serra do Mar em 94 km, a empresa enterrou no final de 2010 uma tuneladora nova (o famoso Tatuzão) de R$ 50 milhões, comprada apenas para a obra.

A estatal alegou que a desmontagem custaria caro e atrasaria a operação da obra. Procurada pela Coluna, não se pronunciou, e questionada, também não informou por que não ofereceu a máquina para prefeituras ou governos estaduais.

O gasoduto leva o gás extraído na bacia de Santos para o Vale do Paraíba em SP. À época do enterro do Tatuzão, a estatal informou que gastaria R$ 700 milhões e 104 dias, o que prejudicaria a operação do gasoduto.

LUCRO LÍQUIDO

Está no relatório da própria Astra Oil, no balanço anual para acionistas em 2007. Apesar de ter vendido os primeiros 50% da refinaria em Pasadena por US$ 202 milhões, ou 102,6 milhões de euros, a empresa teve lucro líquido apenas de 64 milhões de euros. Ou seja, o pagamento de bônus a acionistas e impostos abocanhou 40% do lucro final.

AGRONEGÓCIO & MST

Na quarta, durante audiência, o ministro da Agricultura, Neri Geller, grande produtor rural, confidenciou para o deputado estadual Marcon (PT-RS) que já dormiu debaixo de lona preta. Marcon é egresso do MST, assentado da reforma agrária.

CARDÁPIO ELEITORAL

O senador Lindbergh (PT), candidato ao governo do Rio, foi visto com marqueteiro e o deputado Jorge Bittar (PT) num almoço na quinta, exultantes com o Ibope no Rio. ‘É uma corte imperial, alheia ao povo’, disse Bittar, sobre o governador Sérgio Cabral. O marqueteiro indicou o caminho para Lindbergh: ‘Devolver o poder às pessoas’; ‘ser o Século 21 da Política, e não o 19 como eles’; ‘Sociedade não está representada’.

TODOS CONTRA PT

O PSD ajudou a protocolar a CPI da Petrobras no Senado. O senador Petecão (PSD-AC) assinou requerimento porque é adversário dos irmãos Viana (PT) no Acre.

VICE(NTINHO)

O líder do PT na Câmara, deputado Vicentinho (SP), tem batido no peito e repete que é o primeiro negro líder na História do Congresso. Não é. Já foi lembrado pelo PDT que o pioneiro foi o então deputado Alceu Colares, ex-deputado e ex-governador gaúcho.

ENCONTRO DE PAPAS

O homem mais influente do mundo, segundo a revista Time, recebeu ontem o mais poderoso da política. O presidente Barack Obama foi ao Vaticano e ouviu do Papa Francisco pedido especial para a reforma imigratória e a erradicação do tráfico humano. Engana-se quem pensa ser Obama o homem mais bem informado do mundo. Com templos, capelas e párocos espalhados em todos os países, numa ligação, em poucos minutos, o Papa sabe o que acontece em tempo real nos lugares mais ermos do planeta.

MESA AO LADO

Conversas em voz alta num bar de Brasília, entre membros do MP e magistrados, no sábado, mencionavam que o mensalão teve o papel de aplacar a ira da opinião pública, com o noticiário, mas houve consenso de que a dosimetria das penas foi elevada. ‘Que eles são quadrilheiros ninguém duvida, mas as penas foram desproporcionais. Então foi acertado reduzir’, admitiram.

DEVAGAR COM O ANDOR

Gilberto Kassab, que é candidatíssimo ao governo de São Paulo, tem pedido cautela ao partido sobre a CPI da Petrobras. Mas também não segurou ninguém.

Loading...