Paulo Alceu

pauloalceu@ndtv.com.br Análises qualificadas e comentários assertivos acerca dos assuntos mais relevantes para os catarinenses.


Um tiro na corrupção

Ultrapassa 1,3 milhão de assinaturas o projeto 10 Medidas contra a Corrupção, idealizado pelo Ministério Público Federal, que foi estimulado a partir do combate ao esquema de propinas e desvios, tornando a corrupção na Petrobras

Ultrapassa 1,3 milhão de assinaturas o projeto 10 Medidas contra a Corrupção, idealizado pelo Ministério Público Federal, que foi estimulado a partir do combate ao esquema de propinas e desvios, tornando a corrupção na Petrobras, segundo a Transparência Internacional, sediada em Berlim, como o segundo maior escândalo do mundo. Quando atingir 1,5 milhão de adesões, o que deve ocorrer nas próximas semanas, o projeto desembarcará no Congresso. Terá, digamos, o mesmo efeito que a Ficha Limpa, que veio de manifestação popular. A curiosidade, já que as medidas rompem com vários atalhos existentes hoje, que acabam evidenciando a impunidade, é o comportamento de parlamentares que, de repente, estarão diante de uma peça jurídica impondo mais rigidez e punições exemplares, sem válvulas de escape, contra aqueles que, na verdade, nada mais fazem do que agredir o país. Isso vale não só para políticos, mas para empresários que alimentam essa corrente nociva. Ou seja, a todos os maus brasileiros que se beneficiam de forma torta do dinheiro público.

Dinheiro de plástico

Não existe, até esse momento, uma maneira mais prática do que pagar a conta com cartão de crédito. Dá a sensação que a gente sempre tem dinheiro. Até chegar a fatura. A taxa do cartão de crédito passou agora em janeiro, logo agora que chegam os gastos das férias, para 14,56% ao mês, o que significa 410% ao ano, para quem parcela. O cheque especial não ficou para trás e tornou-se a segunda linha de crédito mais cara para pessoas físicas. Princípio básico, não gastar mais do que se tem, caso contrário irá cair nessa malha de juros sem volta.

Bandeiras

Divulgação

O deputado peemedebista, Manoel Motta, subiu à tribuna e destacou os compromissos que irá assumir em defesa do desenvolvimento do Sul de Santa Catarina, depois de encontros com a população do Vale do Araranguá e pesquisas em redes sociais. Entre os destaques, a conclusão da BR-285, a barragem do rio do Sul, a ligação da rodovia Interpraias e a liberação da venda de cerveja nos estádios de futebol, para renda dos clubes.

Começou

Pois é, em Xanxerê, o prefeito Ademir Gasparin, do PSD, despachou todos os secretários do PMDB que faziam parte do colegiado. O argumento era de que o PMDB, que ocupa a vaga de vice, irá disputar as eleições em outubro, minando a reeleição de Gasparin. E, coincidentemente, desembarca neste fim de semana na cidade o deputado/presidente do PSD, Gelson Merisio, que tem como meta aumentar o número de prefeituras do partido e como principal adversário justo o PMDB. Será que começou por Xanxerê o distanciamento com o PMDB?

Críticas

Divulgação

Para o líder do PSDB, Serafim Venzon, o governo federal continua com as mesmas práticas, fugindo do enfrentamento da crise econômica, não oferecendo perspectivas para os brasileiros. “Enquanto não houver esforço sério para diminuir o que o país gasta irresponsavelmente, não dá para falar em cobrar mais tributos da população”, destacou o tucano, criticando a recriação da CMPF.

CARIMBO

O prefeito Cesar Júnior vai tentar, mais uma vez, aprovar o projeto referente à venda da dívida da prefeitura, que hoje alcança mais de R$ 1 bilhão. Ontem, reuniu a base governista para expor detalhes e vantagens do projeto. Sendo aprovado, de cara, os cofres do município receberão cerca de R$ 150 milhões.

Pois é

A exoneração de dois secretários e dois superintendentes pelo prefeito Cesar Júnior, garantem seus assessores, não tem relação com o PMDB, que será adversário de Júnior em outubro. Tudo bem… vamos esperar então as nomeações para esses cargos vagos. De repente, revela alianças na corrida pela reeleição.

Uber?

Em período pré-campanha, qualquer deslize se transforma que munição para adversários. Ontem foi apreendido pela Secretaria de Mobilidade um veículo que atuava irregularmente no aeroporto Hercílio Luz. O veículo é de um assessor de gabinete do vereador Vanderlei Lela Faria, que vem sendo cotado como candidato a vice-prefeito na chapa de Gean Loureiro, do PMDB. O burburinho na Câmara é se o vereador tinha ou não conhecimento dessa ilegalidade, que poderá custar uma multa de R$ 2.000 para o seu assessor.

Contrariedades

O PMDB, é claro, não pretende perder prefeituras em outubro. O ideal seria até aumentar sua participação no Estado. Balneário Camboriú está nas metas estratégicas do partido. Só que os peemedebistas locais estão apoiando Fábio Flor, que é do PP e tem a preferência do prefeito Piriquito. Resta saber o que pensa a cúpula do partido. O vice-presidente da sigla, Valdir Cobalchini, já deu uma amostra: “como dividir o palanque com Amin”, questiona. E agora? Há uma forte expectativa da visita da direção estadual  na cidade para resolver esse impasse.

Festejando

Divulgação

Foi publicado pelo governo federal o decreto que corrige a exigência de autorização legislativa para renegociação da dívida e a necessidade de desistência de ações judiciais ligadas ao tema. As duas revogações faziam parte de propostas feitas pelo deputado Esperidião Amin em Projeto de Decreto Legislativo. O parlamentar do PP apresentará, na próxima semana, melhorias jurídicas e financeiras visando aperfeiçoar o Decreto Presidencial.

Triste

Os brasileiros de verdade não são contra o PT, mas contra aqueles, seja em que partido estiverem, que usam o país e agridem seu povo, evidenciando a corrupção para sustentar suas benesses, e dizem que não sabem de nada. São esses que fazem mal, não à sigla, que serve, infelizmente, como instrumento para enganar militantes.  

Loading...