Vereadores de Balneário Camboriú vão reduzir salários em 50%

Lei foi sancionada nesta segunda-feira (13) pelo prefeito e vale, inicialmente, por 30 dias. Legislativo ainda adotou outras medidas de redução de despesas

Por pelo menos 30 dias, os vereadores de Balneário Camboriú vão reduzir seus salários em 50%. O projeto foi aprovado por unanimidade semana passada, em sessão remota, e sancionado nesta segunda-feira (13) pelo prefeito Fabrício de Oliveira.

A ação faz parte de uma série de outras medidas administrativas adotadas pela Câmara de Vereadores para controle da despesa pública em decorrência das medidas de enfrentamento ao coronavírus.

Em sessão virtual, vereadores aprovaram redução dos próprios salários – Foto: Divulgação/NDEm sessão virtual, vereadores aprovaram redução dos próprios salários – Foto: Divulgação/ND

Segundo a lei, a redução é retroativa a partir de 1º de abril e vale, inicialmente por 30 dias, podendo ser prorrogada. A economia com a medida será repassada ao Fundo Municipal de Saúde, para ações de enfrentamento ao Covid-19.

No começo do mês de abril, o prefeito de Balneário Camboriú  já tinha assinado decreto reduzindo em 50% o seu salário e o do vice-prefeito. O vencimento dos secretários e cargos equiparados terá queda de 40%.

Leia também: 


Outras ações

Além da redução pela metade dos subsídios dos vereadores, um ato da Mesa Diretora reduziu outras despesas, como a suspensão do pagamento de horas extras, licenças-prêmio, indenizações, férias indenizadas e de novas vantagens ou bonificações pessoais além de promoções funcionais.

No dia 26 de março, durante a primeira sessão virtual extraordinária, a Câmara tinha aprovado a transferência de R$ 1 milhão da dotação do Legislativo para o Fundo Municipal de Saúde para o enfrentamento da Covid-19.

Acesse e receba notícias de Itajaí e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Política