Votação em Buenos Aires ocorre sem problemas

BUENOS AIRES, ARGENTINA (FOLHAPRESS) – Na capital argentina, onde estão registrados 6.210 eleitores, havia poucas pessoas votando pela manhã.

A reportagem fez uma pequena enquete na fila que enfrentou para votar. Dos 12 eleitores presentes, três votariam em Bolsonaro, três em Ciro, e o resto não quis responder. Mais tarde, por volta do meio-dia, já havia uma pequena multidão que dava a volta no quarteirão da embaixada, na rua Cerrito.

O voto foi rápido e descomplicado, não havia, até as 17h (de Brasília), nenhum tipo de protesto ou distúrbio.

Há muitos estudantes inscritos nas universidades portenhas, porém sem título de eleitor registrado no país. Alguns deles formam o Coletivo Passarinho, grupo que se reúne para protestar em favor do PT, contra Michel Temer e o presidente Macri.

Na sábado passado, eles convocaram uma manifestação aos moldes do “ele não” que houve no Brasil. Alguns de seus membros estavam do lado de fora hoje com camisetas e adesivos alusivos ao candidato petista, Fernando Haddad.

+

Política

Loading...