Empate, barquinhos e distância marcam estreia do Brasil no Pan

Delegação brasileira estreia nos Jogos longe de Toronto no polo aquático feminino, e fica no 7 a 7 contra as donas da casa

Apesar da cerimônia de abertura dos Jogos Pan-Americanos de Toronto acontecer apenas na sexta-feira, o Brasil estreou oficialmente nesta terça na competição. Coube à Seleção feminina de polo aquático “inaugurar” a campanha verde e amarela, e com um empate.

A equipe enfrentou o Canadá, e o placar final terminou 7 a 7. Em uma partida com trocas de liderança, Amanda marcou a 2m33 para o fim do jogo, decretando o resultado.

A estreia brasileira no Pan de Toronto teve algumas curiosidades. A primeira delas foi o local da partida, não era exatamente em Toronto, mas sim em Markham. Esta é uma das 13 cidades-satélite que também receberão competições. A disputa foi realizada na Atos Markham Pan Am Centre, a 35 quilômetros do “coração” dos Jogos, o Parque Pan-Americano.

Outra característica da partida foi a baixa adesão da torcida canadense. As arquibancadas ficaram longe de encher, mesmo com o time da casa em ação. No entanto, tal cenário foi relativizado por Pat Oaten, técnico da Seleção Brasileira, e que é canadense.

– O jogo foi realizado em uma terça-feira, na hora do almoço. Pensando dessa forma, tivemos um bom público sim – falou Oaten após a partida.

Também chamaram a atenção a interrupção do jogo por cerca de cinco minutos, devido a um problema no placar eletrônico, e também uma “apresentação” de barcos movidos por controle remoto no intervalo entre o primeiro e o segundo tempo.

O Pan de Toronto começou!

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...