Polo aquático da UFSC disputa competição na Lagoa do Meio, na Praia do Rosa, em Imbituba

Modalidade em águas abertas surge como alternativa à profissionalização do esporte, que ainda não chegou à Santa Catarina

O polo aquático brasileiro tem vivido um grande ano em 2015 com o inédito bronze na Liga Mundial da FINA, a prata nos Jogos Pan-Americanos de Toronto e o título de melhor jogador da Champions League da Europa para o atacante Felipe Perrone, que voltou a defender as cores do Brasil depois de jogar pela seleção da Espanha nos últimos anos.

Mas na contramão da profissionalização da modalidade, uma série de eventos a céu aberto, em lagos, lagoas e cachoeiras, tem revelado o outro lado do esporte, que já foi considerado um dos mais violentos do mundo nos Estado Unidos.

Flávio Tin

Ana Moraes é uma das principais atletas da equipe de polo aquático feminina da UFSC

Apesar de as disputas serem igualmente acirradas dentro d’água, o clima é de confraternização durante toda a competição e o contato com a natureza é um dos principais atrativos de eventos como o Hard Core Beach Water Polo Tournament, que ocorre de sexta-feira a domingo, na Lagoa do Meio, na Praia do Rosa, em Imbituba.

“Nosso foco é se divertir. É claro que na água o bicho pega igual. O jogo é até mais pegado por causa da pouca visibilidade embaixo da água. Mas o legal é que a galera sai do jogo e vai surfar junto, fazer um stand up paddle ou jogar um frescobol. O clima é de descontração”, contou Ana Moraes, 29, atacante do time feminino da UFSC (Universidade Federal de Santa Catarina).

Flávio Tin/ND

Atacante jogou na Espanha em 2014 e esbanja charme e simpatia fora das piscinas

Com mais de 30 anos de história no polo aquático e à frente da organização do evento em Imbituba, a UFSC vai levar duas equipes femininas – a única do Estado e outra completada com convidadas – e mais uma masculina para a competição, que também contará com times de São Paulo, Rio de Janeiro e Paraná.

“Este é o quarto ano do evento, que conseguiu um patrocínio ainda mais forte para esta edição. A Associação de Polo Aquático da UFSC se inspirou em competições ao ar livre, como já acontece na Chapada dos Veadeiros, em Alto Paraíso, em Goiás, e em Morro de São Paulo, na Bahia. A Praia do Rosa é o lugar perfeito para este tipo de competição”, ressaltou o técnico da equipe da UFSC, Marcos Aranha, 41.

Flávio Tin/ND

Equipe da UFSC contará com três times na competição, dois femininos e um masculino

Treinos mistos e reforço gringo

Técnico da equipe de polo aquático da UFSC há 15 anos, Marcos Aranha comanda os treinos mistos na piscina do CDS (Centro de Desportos), de segunda à sexta-feira. A dificuldade de horários compatíveis e o baixo número de atletas do feminino faz com que homens e mulheres treinem juntos, geralmente no horário de almoço.

Mas engana-se quem acredita que as meninas são prejudicadas nessa preparação. “Eu tenho muita menina que joga melhor que os rapazes. O polo aquático feminino é até mais pegado que o masculino. Elas puxam maiô, arrancam, não aliviam em nada”, contou Aranha.

“É bom porque quando chegamos nas competições para jogar com outras meninas já estamos mais preparadas”, ressaltou Ana, que jogou na Espanha no ano passado.

Flávio Tin/ND

Treinos na piscina do CDS são mistos por falta de quórum no time feminino e de horários

O time masculino da UFSC conta com um reforço de peso para a competição em Imbituba. O holandês Jurre Van Dick, 21, é intercambista de relações exteriores e será o goleiro da equipe.

“Estou bastante ansioso para jogar em uma lagoa. Jogo polo aquático desde os meus 11 anos, mas sempre em piscinas. Acredito que por ser goleiro, a densidade da água me prejudique um pouco, mas acho que será uma experiência única”, afirmou.

Flávio Tin/ND

Holandês Iurre Van Dick é intercambista da UFSC e reforça o gol do time masculino

Serviço 

Competição

Hard Core Beach Water Polo Tournament

Dias: 4, 5 e 6 de dezembro

Local: Lagoa do Meio, Praia do Rosa – Imbituba

Equipe de polo aquático da UFSC 

Local de treino: CDS (Centro de Desportos) da UFSC – Trindade

Horários de treinos (aberto ao público): segunda à quinta-feira, das 12h às 13h30 e nas sextas das 18h às 21h

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...