Jardim da Paz lança primeiro crematório de Florianópolis

Um espaço voltado à serenidade, em meio à natureza. Sempre em busca das melhores soluções para facilitar trâmites e procedimentos e em oferecer momentos de tranquilidade e reflexão, o Jardim da Paz é um empreendimento inovador desde a sua concepção. Ao ser inaugurado, em 1970, foi pioneiro no segmento na cidade, ao criar um cemitério parque, o único privado do município, exclusividade que ainda mantém. Hoje o empreendimento novamente será um marco na história de Florianópolis, ao abrir o primeiro crematório da capital catarinense.

Jardim da Paz – Fernando Willadino/ND

Praticada por gregos e romanos desde a antiguidade, a cremação tem sido cada vez mais procurada pela população em todo o mundo. No Brasil, o número de crematórios aumentou 1.000% nos últimos 20 anos. O país segue uma tendência mundial. Segundo estudo da Associação de Crematórios da Grã-Bretanha, entre 2017 e 2018 o número de crematórios subiu 22% no país. No Canadá, esse aumento foi de 55% e na Alemanha, 45%. Em Florianópolis, cidade cercada de natureza em seus belos recantos e balneários, o processo oferece uma solução sustentável, que resolve o problema dos campos-santos públicos saturados, em que a estrutura encontra-se em estado precário.

De acordo com o administrador Odilon Furtado Filho, o local é um campo santo ecumênico, aberto a todas as crenças. “Auxiliamos as famílias em todos os procedimentos necessários, como a liberação do corpo, obtenção de certidão de óbito, atendimento de funerária, entre outros trâmites. Cada cerimônia que realizamos recebe um cuidado especial e personalizado e permite um momento de homenagem com tranquilidade e privacidade. Aqui é um espaço onde as pessoas encontram paz e uma vasta lista de serviços oferecidos para facilitar as etapas e processos necessários neste momento da vida. Em datas importantes como o Dia das Mães, Dia dos Pais, Natal, Páscoa, Finados, entre outros, realizamos cultos ecumênicos com música e um cerimonialista, com o objetivo de celebrar a memória dos que ali estão. Oferecemos também, nestes dias, espaço para as crianças desenharem, painel para os familiares deixarem suas mensagens, num momento bastante interativo”, explica.

 

Benefícios para o meio ambiente

As cinzas geradas pela cremação são compostas, basicamente, de cálcio e potássio e, por isso, não prejudicam a natureza. Todo o processo libera na atmosfera apenas somente água e gás carbônico — e esse último em porcentagens bem pequenas quando é feito de maneira adequada e em local seguro. Além disso, todos os possíveis resíduos tóxicos são retidos em filtros específicos, o que evita a contaminação do ar com gases poluentes. Esses filtros também são responsáveis por reduzir a emissão de dióxido de carbono, que é feita de acordo com os padrões ambientais.

Jardim da Paz – Fernando Willadino/ND

No Jardim da Paz, o serviço de cremação inclui duas horas de velório e uma urna padrão para a guarda das cinzas. Os restos mortais trazidos de outros cemitérios e do próprio Jardim da Paz também podem ser cremados no local.

O Ossuário Memorial, outra obra relevante realizada pelo Jardim da Paz e que mudou o padrão de serviços oferecidos na Capital a partir de sua abertura, em 1988, agora, também será uma opção para a pessoa guardar as cinzas após a cremação. Todo construído em mármore, o local já abriga os restos mortais trazidos do próprio Jardim da Paz e de outros campos-santos.

O empreendimento

Localizado em uma área nobre da Capital, em um terreno de 40 mil m 2 às margens da SC-401, o cemitério Jardim da Paz utiliza apenas lápides em mármore de tamanho padrão. No local, não é permitido colocar nada além da placa, acima da res do chão. Essas medidas mantêm o propósito ecumênico e a característica de jardim, além do cuidado estético que transmite leveza e paz.

O empreendimento abriga hoje 6.000 jazigos, entre duplos, individuais, laterais e sobrepostos. Destes, 20% estão disponíveis. Tem três capelas para velório, com toilette e copa exclusiva. As urnas são transportadas em carro elétrico e seus colaboradores de campo participam das cerimônias vestidos formalmente, em respeito a esse momento vivido pelas famílias.

Outros serviços oferecidos no local são a ornamentação, exumação, paramentação, traslado, suíte para repouso dos familiares e tanatopraxia, um tratamento estético realizado antes das cerimônias, que traz aos familiares uma impressão de serenidade e a recordação dos bons momentos.

 

Espaço para o melhor amigo

Fiéis amigos das famílias em todos os momentos, os pets também têm espaço no Jardim da Paz, que conta com o serviço de sepultamento de gatos e cachorros nos lotes dos seus proprietários.

Jardim da Paz – Fernando Willadino/ND

A inclusão dos animais nos jazigos é permitida desde 2017 por meio da lei municipal complementar 624. Para a cerimônia, o proprietário deve apresentar a taxa de certidão de óbito emitida por um veterinário e levar guia de autorização para liberação de sepultamento, documento emitido pela Central de Óbitos.

É importante ressaltar que o enterro de animais de estimação no quintal de casa ou o descarte do corpo em local inadequado pode trazer prejuízo ao meio ambiente.

Valores para cremação

Com urna padrão incluída

Plano previdente:

R$ 2.700

1 + 24 parcelas de R$ 108

Uso imediato

R$ 2.700

1 + 2 parcelas sem juros ou 1 +8 parcelas com juros

Mais conteúdo