1ª etapa do Catarinense de Remo integra velha-guarda e nova geração

Atletas de quatro clubes disputaram a 1ª etapa do Catarinense de Remo 2021 e o campeão será conhecido na regata de 30 de outubro

A nova geração e a velha-guarda se encontraram na 1ª etapa do Campeonato Catarinense de Remo 2021, disputado no sábado (9) em Florianópolis. “Enquanto tiver força para carregar meu esquife até a água, vou remar”, disse o remador mais velho em atividade no Brasil, Odilon Maia Martins, 92 anos. Ele fez história nos três clubes da Capital. Foi campeão em todos.

Barcos dos quatro clubes no catarinense de remoA 1ª etapa do Catarinense de Remo reuniu velha guarda e nova geração – Foto: José Somensi/ND

Odilon não competiu sábado, mas era um dos mais empolgados no público, vendo as promessas e os grandes nomes do remo catarinense em disputas acirradas. Em função do vento, a disputa foi na raia da baía Sul, com largada próxima ao CentroSul e chegada junto às pontes Pedro Ivo e Colombo Salles.

Os páreos da 1ª etapa foram disputados no sábado de manhã, alguns em condição de chuva. Das 15 provas previstas, uma foi cancelada, o “canoe infantil feminino”, transferido pela Feresc (Federação de Remo Catarinense) para a 2ª etapa. A federação fez outro ajuste na 1ª etapa.

Dutra fez ótima avaliação da 1ª etapa do catarinense de remoAndré Dutra fez balanço positivo do primeiro dia de competições – Foto: José Somensi/ND

“Tivemos uma situação climática bem difícil, com ventos muito fortes antes e no início da regata. Para manter os atletas seguros e a isonomia das provas, reduzimos a distância de 1000 metros para 500 metros”, ressalta o presidente da Feresc, André Dutra.

América vence sete provas e Martinelli sai na frente pelo estadual

O Clube Náutico Francisco Martinelli, da Capital, foi o grande vencedor da 1ª etapa, somando 129 pontos nas regatas disputadas e conquistando a Taça ND 15 anos. A manezinha campeã mundial de remo, Fabiana Beltrame, venceu uma das provas para o Martinelli, o Four Skiff Sênior Feminino.

Martinelli o grande vencedor da 1ª etapa do catarinense de remoOS barcos do Martinelli somaram mais pontos, 129 no total – Foto: José Somensi/ND

O Martinelli venceu seis provas, dominando a segunda metade da regata. O clube é o atual campeão e está na frente na disputa pela Taça Governo do Estado, com 17 pontos a mais que o América, de Blumenau, segundo colocado. O clube do interior terminou mais provas com seus barcos em 1º, porém, somou 112 pontos. Das 14 provas disputadas, o América venceu sete, dominando a primeira metade da regata.

Entre as vitórias mais importantes, o Troféu Adolfo Konder, que circula pelos clubes desde os anos 1930 e já estava em Blumenau. O Aldo Luz, também da Capital, ficou em terceiro lugar, com 54 pontos e não venceu nenhuma prova. O Riachuelo, também da Ilha, em quarto, com 50 pontos e vitória em uma prova.

América manteve Troféu Adolfo Konder no catarinense de remoAmérica manteve o Troféu Adolfo Konder em Blumenau – Foto: José Somensi/ND

Para o presidente da federação, a disputa está aberta. “Não tem nada definido, porque tem muito ponto na 2ª etapa. Estamos falando de quase 300 pontos. Qualquer clube pode virar”, avaliou Dutra. Na opinião dele, a chuva atrapalhou a presença do público, que ainda assim foi expressiva. O nonagenário Odilon não via tanta gente no remo desde 2010.

Ao final das regatas, a equipe campeã da etapa vai receber a Taça ND 15 anos, uma homenagem da Federação de Remo ao jornal ND, que em 2021 comemora 15 anos de atuação.

Pontuação geral da 1ª etapa:

  • Martinelli: 129 pontos
  • América: 112 pontos
  • Aldo Luz: 54 pontos
  • Riachuelo: 50 pontos

Nova geração de campeões

O manezinho João Manoel Spindler Francisco, 15 anos, está há três anos remando no Martinelli. Ele venceu a regata “oito com júnior masculino”, para oito remadores. “Foi uma prova tranquila de conduzir porque nossos atletas são mais experientes”, disse João. Ele não pretende seguir no remo como carreira, mas por hobby, e quer fazer faculdade de engenharia elétrica.

Clube Martinelli reunido no catarinense de remoO clube Martinelli, de Florianópolis, foi o grande campeão – Foto: José Somensi/ND

Lavínia Nagel Pacheco, também de 15 anos, rema há cinco no América. Começou por influência do pai. “Ele tem um quadro de medalhas muito bonito e eu pensei: quando crescer, quero ser assim. Agora, passei das medalhas dele”, disse ela. Lavínia conquistou três medalhas, duas no lugar mais alto do pódio e uma no segundo. Ela ficou feliz com o número de remadoras.

“Ver aquela raia cheia, no four, [competição para quatro remadoras] foi muito bonito. É legal ver o remo feminino crescendo no Estado”, celebrou. Lavínia pretende se profissionalizar no esporte e cursar nutrição.

As medalhas do campeonato – Foto: José Somensi/NDAs medalhas do campeonato – Foto: José Somensi/ND

Felipe Eugenio Dutra, 35 anos, rema há duas décadas. Ele é do Aldo Luz e conquistou um terceiro lugar no “four skiff sênior” e, com o pai, um irmão e um amigo no barco, o segundo lugar no “Master D”.

“Meu pai rema há 50 anos. O remo vem de família. Acabei entrando no barco”, registrou. Em paralelo ao esporte, Felipe é engenheiro de produção. Ele treina de madrugada e depois vai trabalhar. “Gosto de remar. É uma atividade física desestressante. Se deixar, a tradição vai para os filhos e assim vai”.

Anderson Calado Schmitt está com 18 anos e rema no Riachuelo há três. Ele estava na equipe com Luca Suplicy Leger, que deu o único primeiro lugar ao Riachuelo.

Barco do Riachuelo no catarinense de remoBarco com atletas do Riachuelo – Foto: José Somensi/ND

“Foi bem controlada a prova. Conseguimos abrir no começo e manter”, explicou o garoto que começou a remar acompanhando amigos: “eles pararam, mas eu quis continuar. O remo é muito família. Foi o primeiro esporte em que me senti acolhido”, ressaltou o jovem atleta, que cursa design industrial.

Ações do Grupo ND

Os profissionais do Grupo ND estiveram presentes na 1ª etapa do Catarinense de Remo, cujo troféu homenageia os 15 anos do ND. As áreas de marketing, assinaturas e a direção da empresa prestigiaram o evento, que teve ainda a cobertura especial da NDTV.

O presidente executivo do Grupo ND, Marcello Corrêa Petrelli, ficou impressionado com o número de jovens. “É sinal de que o esporte tem vida longa”, comentou. Sobre o trabalho do ND no campeonato, Petrelli enfatizou que a essência da comunicação é conversar com a cidade.

Diretor e presidente do Grupo ND no catarinense de remoO Grupo ND foi homenageado com placa alusiva aos 15 anos do Jornal ND – Foto: José Somensi/ND

“O remo é um patrimônio da cidade, estamos falando de mais de 100 anos de clubes. São avós, pais, filhos e netos que atuam ou atuaram no remo. O ND tem mais que obrigação de participar e fomentar para que o remo continue uma atividade importante e reconhecida”, disse.

O diretor regional do Grupo ND em Florianópolis, Roberto Bertolin, falou sobre a Taça ND 15 anos, entregue ao 1º, 2º e 3º lugar na regata: “Para nós, ter o reconhecimento, a homenagem da federação de remo, é muito gratificante”, registrou. Segundo Bertolin, o ND foi convidado para futuras parcerias e vai conversar com a Feresc para tratar do calendário de 2022.

O Secretário de Cultura, Esporte e Lazer de Florianópolis, Ed Pereira, também prestigiou a 1ª etapa do Catarinense de Remo, representando o prefeito Gean Loureiro. No evento, o secretário anunciou a futura construção de uma passarela ligando o Parque Náutico Walter Lange ao Centro de Florianópolis.

Documento entregue na 1ª etapa do catarinense de remoEd Pereira entregou documento com projeto da passarela – Foto: José Somensi/ND

“Quando entrei na secretaria, há seis anos, se falava que todo mundo passava aqui e prometia a tão sonhada conexão da passarela (…) esse equipamento não é presente para o remo, é um presente para a cidade. O orçamento da passarela está previsto, vai acontecer”, afirmou o secretário.

A 2ª etapa do Campeonato Catarinense de Remo será realizada no dia 30 de outubro, novamente em Florianópolis. Dessa vez, a regata terá 16 provas e será conhecido o campeão estadual de remo em 2021.

Participe do grupo e receba as principais notícias
do esporte de Santa Catarina e do Brasil na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
Loading...