GUIA DO CATARINENSE: JEC aposta na volta de ídolos para ir longe

Diretoria Tricolor trouxe de volta o goleiro Ivan, o meia Wellington Saci e o atacante Lima, maior artilheiro da história do clube com 140 gols

TEXTO: Adrieli Evarini
EDIÇÃO: Diogo Maçaneiro

  • Nome: Joinville Esporte Clube
  • Fundação: 29 de janeiro de 1976 (43 anos)
  • Títulos: Campeonato Brasileiro – Série B (2014), Campeonato Brasileiro – Série C (2011), Recopa Brasileira (2009), Campeonato Catarinense (12x), Copa Santa Catarina (4x), Taça Governador do Estado (3x), Taça Santa Catarina (1980), Campeonato Catarinense – Divisão Especial (3x)
  • Mascote: Coelho
  • Resumo: O JEC vive uma fase difícil dentro e fora de campo. Depois de conseguir ascender à Série A do Campeonato Brasileiro, em 2015, o clube mergulhou em um poço que o torcedor não conseguia ver fim. Queda após queda, o time voltou para a quarta divisão do futebol brasileiro e, no último ano, não conseguiu ter um desempenho convincente em nenhuma competição. Neste ano, com o objetivo de resgatar a confiança e o orgulho do torcedor, o clube trouxe personagens importantes de sua história para ajudar no renascimento do Tricolor.
  • Técnico: Fabinho Santos, 46 anos
  • Melhor participação: campeão em 1976, 1978, 1979, 1980, 1981, 1982, 1983, 1985, 1987, 2000 e 2001.

    * O clube considera o título de 2015, que, no Tribunal, foi direcionado ao Figueirense

    Técnico do JEC, Fabinho Santos – Foto: Yan Pedro/JEC

Elenco

  • Goleiros: Ivan, Dalberson, Felipe Leineker, Caio e Pedro
  • Laterais: Gustavo, Matheus Marques, Anderson, Renan Guedes e Lucas Sena
  • Zagueiros: Campestrini, André Baumer, Charles, Eduardo Melo e Richard
  • Volantes: Berg, Braga, Ramirez, Trindade e Leandro Bulhões
  • Meias: Lucas de Sá, Diego, Wellington Saci, Luquinhas e Chrystian
  • Atacantes: Lucas Caetano, Wallisson, Edson, Fernandinho, Adriano, Robert e Lima
  • Técnico: Fabinho Santos

Provável equipe titular (esquema 4-3-3)

Provável Joinville para o Campeonato Catarinense – Foto: Reprodução

O ídolo Ivan retorna ao JEC, aos 35 anos, após atuar pela Chapecoense entre 2018 e 2019;

Outro nome que está de volta é o centroavante Lima. O maior artilheiro da história do JEC é promessa de gols;

Junto na “barca” de retornos ao clube, o meia Wellington Saci é outra novidade no JEC; experiência garantida a favor do clube;

Velho conhecida da torcida catarinense, o atacante Romarinho, o filho do baixinho Romário, também é novidade no JEC nesta temporada.

O meia atacante Fernandinho, que atua com velocidade pelos lados do campo já foi destaque no Campeonato Brasileiro de Aspirantes pelo Bahia e nos testes de pré-temporada se destacou no ataque tricolor.

Destaque

Maior artilheiro da história do JEC, com 140 gols, Lima retorna ao JEC para a temporada 2020.

Na temporada passada, o atacante atuou pelo Hercílio Luz, onde marcou quatro gols em 16 partidas do Campeonato Catarinense. A última passagem do atacante de 37 anos pelo JEC foi em 2013. Na ocasião, ele marcou 15 vezes em 37 partidas.

Lima, que é o maior artilheiro da história do clube, treina com a equipe desde o final de 2019 – Foto: Yan Pedro/JEC

Contratações para a temporada

  • Goleiros: Ivan e Felipe Leineker
  • Lateral: Anderson
  • Zagueiros: Charles e Richard
  • Meia: Wellington Saci
  • Atacantes: Lucas Caetano, Fernandinho, Robert e Lima

Uniforme

O clube irá apresentar os uniformes oficiais para a temporada em um evento aberto à torcida na próxima terça-feira (21), na Arena Joinville.

Estádio

Arena Joinville é a casa do JEC – Foto: Yan Pedro/JEC

  • Nome: Arena Joinville
  • Capacidade: 17.545 pessoas
  • Inauguração: 25 de setembro de 2004
  • Público recorde: 19.631 na vitória do Joinville sobre o CRB por 4 a 0, em novembro de 2011

Tabela de Jogos (1ª fase)

  • Joinville x Tubarão – 23/1, às 19h
  • Brusque x Joinville – 26/1, às 18h30
  • Figueirense x Joinville – 29/1, às 21h30
  • Joinville x Concórdia – 2/2, às 16h
  • Juventus x Joinville – 9/2, às 16h
  • Avaí x Joinville – 16/2, às 16h
  • Joinville x Marcílio Dias – 1/3, às 16h
  • Chapecoense x Joinville – 8/3, às 16h
  • Joinville x Criciúma – 15/3, às 16h

Mais conteúdo sobre