2º paciente com coronavírus no Brasil voltou da Itália com máscara

Paciente foi ao hospital no dia seguinte com febre, tosse, dor de garganta, cabeça e muscular. Ele recebeu orientação para ficar em isolamento

O segundo paciente com coronavírus confirmado no Brasil viajou de volta da Itália na quinta-feira (27) já usando máscara de proteção, o que reduz a chance de transmissão, segundo as autoridades de saúde. As informações são do Portal R7.

Teste usado para detectar novo coronavírus. Brasil já tem dois casos confirmados – Foto: Imagem: creativeneko/Shutterstock.com/DivulgaçãoTeste usado para detectar novo coronavírus. Brasil já tem dois casos confirmados – Foto: Imagem: creativeneko/Shutterstock.com/Divulgação

A informação foi divulgada neste sábado (29) pelo Ministério da Saúde, mesma data em que o segundo caso foi confirmado por meio de exames laboratoriais.

De acordo com o ministério, o paciente relatou que os sintomas começaram no dia da viagem. Já na sexta-feira (28), o homem de 32 anos se dirigiu ao Hospital Albert Einstein, na Zona Sul de São Paulo, com um quadro leve e estável da doença.

Leia também:

Ele apresentou febre, tosse, dor de garganta, de cabeça e muscular, e recebeu a orientação para ficar em isolamento domiciliar. A mulher dele, que viajou junto e não apresentou sintomas, também ficará em isolamento.

Máscaras de proteção são indicadas apenas para pessoas que já contraíram o coronavírus, como forma de prevenir a transmissão da doença. A recomendação foi feita pela OMS (Organização Mundial da Saúde), durante coletiva de imprensa em Genebra, na Suíça, nesta semana.

Para os demais públicos, as principais recomendações seguem sendo evitar ambientes fechados com presença de outras pessoas próximas e lavar as mãos com sabão constantemente.

O primeiro caso no Brasil da Covid-19, como vem sendo chamada a doença causada pelo novo coronavírus, foi detectado na terça-feira (25). O homem de 61 anos havia retornado na sexta-feira anterior da Lombardia, no norte da Itália, de uma viagem a trabalho. Pessoas que tiveram contato com ele são monitoradas.

O Instituto Adolfo Lutz já publicou um estudo detalhando o sequenciamento genético do vírus encontrado no paciente, o que deverá ajudar no desenvolvimento de vacinas e diagnósticos.

Números

Até 28 de fevereiro de 2020, o Brasil tinha 182 casos suspeitos e 71 casos descartados.

Segundo a Organização Mundial da Saúde, foram confirmados 85.403 casos em todo o mundo. Destes, 2% (1.753) são casos novos. Atualmente, o coronavírus está confirmado em 54 países. Foram registrados 2.924 óbitos, representando uma letalidade global de 3,4%

+

Saúde