Alta na demanda faz Itajaí limitar testes de Covid-19

Pacientes assintomáticos ou que não precisem de internação não serão mais prioridade na testagem pelo município

A Secretaria de Saúde de Itajaí atualizou, nesta terça-feira (18), o protocolo de testagem para Covid-19, em função do aumento na demanda pelos testes. A medida limita o uso de testes devido ao alerta estadual sobre o risco de falta de insumos em decorrência da alta demanda por exames laboratoriais de diagnóstico da doença em todo país e vai durar enquanto o documento do Estado estiver vigente.

Alta na demanda faz Itajaí limitar testes de Covid-19 – Foto: Marcos Porto/Prefeitura de Itajaí/DivulgaçãoAlta na demanda faz Itajaí limitar testes de Covid-19 – Foto: Marcos Porto/Prefeitura de Itajaí/Divulgação

Nas últimas semanas, segundo a secretaria, houve um significativo aumento da realização de testes em Itajaí. Tem sido realizados, em média, 1 mil testes por dia para diagnóstico da Covid-19. Ao todo, desde o início da pandemia, a cidade já realizou quase 300 mil exames nas redes pública e privada. Para garantir o melhor aproveitamento dos testes, o uso será indicado após criteriosa avaliação e prescrição médica.

“Após alerta do Governo do Estado, adotamos algumas medidas para otimizar o uso dos testes antígenos disponíveis até que a situação seja normalizada no país. Atualmente, nosso estoque de testes está garantido e ainda mantemos um convênio com laboratórios privados para realização do exame na população que necessita”, informa o secretário de Saúde de Itajaí, Emerson Duarte.

Conforme o novo protocolo da Vigilância Epidemiológica, os testes antígenos devem ser priorizados em pacientes com srag (Síndrome Respiratória Aguda Grave) que necessitem de hospitalização; triagem de pacientes que necessitem de hospitalização por outros motivos; pacientes sintomáticos do grupo de risco (gestantes, puérperas, idosos e portadores de comorbidades com risco de agravamento); trabalhadores da área da saúde com sintomas respiratórios; e profissionais com sintomas respiratórios que fazem parte de serviços essenciais e presenciais.

O protocolo recomenda que os profissionais evitem fazer a testagem nas seguintes situações: em indivíduos assintomáticos (inclusive contatos); como requisito para sair do isolamento; e como pré-requisito para participação em eventos ou entrada em estabelecimentos que exijam. Os demais pacientes sintomáticos ou contatos de pacientes positivos deverão passar por atendimento médico e serão testados após avaliação criteriosa e de extrema necessidade. O isolamento, o tratamento de sintomas e o acompanhamento dos casos estão mantidos.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Itajaí e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Saúde

Loading...