Anvisa alerta para venda de falsa vacina contra a Covid-19

Suposta comercialização estaria ocorrendo na cidade de Niterói, no Rio de Janeiro, mas órgão lembra que nenhuma venda foi autorizada até o momento

A Anvisa divulgou que recebeu a denúncia sobre a suposta comercialização irregular da vacina contra a Covid-19 por meio de seus canais oficiais, indicando que estaria sendo disponibilizada por uma empresa localizada em Niterói (RJ) a vacina de Oxford contra a Covid-19.

A denúncia foi apresentada no último dia 25 de setembro e no mesmo dia houve avaliação e encaminhamento formal para a Direção Geral da Polícia Federal.

A partir disso, a Anvisa emitiu alerta, reforçando que não há, até o momento, nenhuma vacina contra a Covid-19 autorizada para ser comercializada e utilizada pela população brasileira.

Até que seja autorizado, reforça a Anvisa, o cidadão não deve comprar e utilizar qualquer vacina que tenha alegação de prevenir a Covid-19.

Existem no Brasil vacinas contra a Covid-19, exclusivamente para uso em estudos clínicos. Não há permissão para comercialização e distribuição dessas vacinas.

Testes em Santa Catarina

A vacina Janssen-Cilag, do grupo americano Johnson & Johnson, que poderá ser testada em voluntários catarinenses, começou a recrutar voluntários em outros estados do país.

Ao todo, 11 estados foram autorizados pela Anvisa (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) para a realização de testes com a vacina, incluindo Santa Catarina.

+

Saúde