Aplicação da 2ª dose da Coronavac pode ser interrompida em cidades do Vale; entenda

Municípios aguardam chegada de novas remessas do imunizante fabricado pelo Instituto Butantan para que a vacinação não seja suspensa

A baixa quantidade de doses da vacina Coronavac entregues nas últimas semanas ao Estado pelo Ministério da Saúde está preocupando algumas cidades catarinenses.

Os municípios alegam que o estoque de vacinas produzidos pelo Instituto Butantan pode não ser suficiente para garantir a aplicação da segunda dose dentro do intervalo recomendado pela própria fabricante.

Aplicação da 2ª dose da Coronavac pode ser interrompida em cidades do Vale – Foto: PMG/DivulgaçãoAplicação da 2ª dose da Coronavac pode ser interrompida em cidades do Vale – Foto: PMG/Divulgação

De acordo com a recomendação do Instituto Butantan, a segunda dose da Coronovac deve ser aplicada em um intervalo entre 14 e 28 dias após a aplicação da primeira dose.

No dia 19 de abril, a Dive-SC (Diretoria de Vigilância Epidemiológica) emitiu uma nota técnica recomendando que municípios catarinenses realizem o agendamento da segunda dose para o prazo máximo estabelecido na bula, de 28 dias após a aplicação da primeira dose.

“Dessa forma, as Secretarias Municipais de Saúde conseguem otimizar a vacinação dos grupos prioritários, garantindo que todos estejam imunizados dentro do período adequado.”, diz a recomendação.

Orientação confusa

A orientação inicial do Ministério da Saúde era de que estados e municípios estocassem as segundas doses da Coronavac, para garantir a aplicação do reforço após o intervalo recomendado.

Com a promessa de maior frequência no encaminhamento de vacinas, porém, a indicação do Ministério da Saúde mudou em 21 de março. A pasta passou a pedir que as secretarias abrissem mão do armazenamento, a fim de acelerar a campanha de imunização contra a Covid-19.

A reportagem do ND+ entrou em contato com as prefeituras das maiores cidades do Médio e Alto Vale do Itajaí para saber a situação da região referente a aplicação da segunda dose da Coronavac.

Vacina Coronavac chega ao Vale do Itajaí – Foto: Elisiane Roden / Prefeitura de GasparVacina Coronavac chega ao Vale do Itajaí – Foto: Elisiane Roden / Prefeitura de Gaspar

Blumenau

A prefeitura de Blumenau informou que possui estoque suficiente da Coronavac para garantir a aplicação da segunda dose em pessoas com agendamento até sexta-feira (7). Segundo o município, 2.199 pessoas devem receber a segunda dose da vacina até lá.

A expectativa da Secretaria Municipal de Saúde é de que o governo do Estado envie uma nova remessa no início desta semana. Na última, entregue no sábado (1º), não vieram vacinas da Coronavac para aplicação da segunda dose para Blumenau.

Brusque

Em Brusque, mesmo com a chegada da nova remessa da Coronovac prevista para esta semana, a aplicação da segunda dose deve ser suspensa. de acordo com a diretora da Vigilância em Saúde, Ariane Fischer, o município possui um estoque de 390 doses.

O longo da semana devem chegar cerca de 440 novas doses. Porém, a necessidade para a semana é de 1,2 mil vacinas.

Rio do Sul

Na maior cidade do Alto Vale, Rio do Sul, a situação já preocupava na semana passada. Embora ainda não tivessem pessoas com o reforço atrasado, havia idosos no período de aplicação da segunda dose, entre 26 de abril e 5 de maio, sem receber a vacina.

A prefeitura, no entanto, recebeu no sábado (1º) 150 novas doses. A reportagem do ND+ entrou em contato com a prefeitura para verificar se a quantidade é suficiente para normalizar a aplicação da segunda dose, mas não obteve resposta até a publicação.

Indaial

A prefeitura de Indaial informou que possui vacinas pra todos que ainda aguardam receber, segundo levantamento realizado pelo município na quinta-feira (29).

Gaspar

Em Gaspar, a aplicação da segunda dose chegou a ser suspensa na semana passada, mas assim como em Rio do Sul, no sábado (1º) o município recebeu uma nova remessa com 130 doses da Coronavac.

A reportagem do ND+ entrou em contato com a prefeitura para verificar se a quantidade é suficiente para normalizar a aplicação da segunda dose, mas não obteve resposta até a publicação.

Timbó

A prefeitura de Timbó informou que poucas pessoas faltam ser vacinadas no município com a segunda dose. O município espera receber nova remessa da Coronavac nos próximos dias.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Blumenau e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Saúde