Ator Rafael Cardoso coloca aparelho no coração para evitar morte súbita

Portador de uma miocardiopatia hipertrófica, ele descobriu uma fibrose no músculo cardíaco que o coloca em grupo de risco para a Covid-19

O ator Rafael Cardoso, de 35 anos, passou por uma cirurgia para a implantação de um desfibrilador cardíaco nesta quinta-feira (3). Ele é portador de uma miocardiopatia hipertrófica congênita, doença caracterizada pelo engrossamento do músculo do coração.

O artista afirma que descobriu no mês passado que essa condição “levou a uma fibrose no músculo cardíaco”, que o coloca no grupo de risco de morte súbita.

Rafael Cardoso implantou desfibrilador cardíaco para evitar morte súbita – Foto: Reprodução InstagramRafael Cardoso implantou desfibrilador cardíaco para evitar morte súbita – Foto: Reprodução Instagram

“Amigos, eu passei hoje por uma cirurgia para implantar um desfibrilador cardíaco. Tenho uma miocardiopatia hipertrófica congênita, com a qual convivi até agora sem problemas. No último mês, eu descobri que essa condição levou a uma fibrose no músculo cardíaco que me põe no grupo de risco de morte súbita. É isso que o desfibrilador evita”, escreveu.

Agradecimentos

Cardoso agradeceu a equipe médica e o carinho de todos. “Dr. Fabrício Braga, que me diagnosticou, e ao cirurgião Dr. Eduardo Saad e equipe, que hoje implantaram o desfibrilador, e à equipe do Hospital Copa Star pelo cuidado e carinho. A cirurgia foi rápida, e eu estou me sentindo muito bem e amanhã mesmo já volto para casa”, afirmou.

Em maio, Rafael Cardoso foi vacinado contra a Covid-19 por pertencer ao grupo de risco para a doença. No registro feito pela mulher, Mariana Bridi, em uma rede social, o ator explicou que foi imunizado com a primeira dose porque pertence ao grupo de pessoas com comorbidades.

“Tudo porque eu tenho comorbidade, né gente! Senão eu esperaria. Tenho miocardiopatia hipertrófica assimétrica desde a infância”, explicou. “Uma condição congênita do coração”, reforçou Mariana.

+

Saúde