Auditoria pode investigar recursos para maternidade

Recursos destinados ao programa Rede Cegonha não são repassados desde abril do ano passado

Arquivo/ND

R$ 317 mil destinados à maternidade estão retidos no Fundo Municipal de Saúde

Vereadores da Comissão de Saúde, da Câmara de Vereadores de Joinville, se reuniram na segunda-feira com representantes da ADR (Agência de Desenvolvimento Regional) de Joinville, Secretaria Municipal de Saúde e Maternidade Darcy Vargas para discutir repasses para o programa Rede Cegonha. Um novo encontro está marcado para esta quinta-feira (10), entre as secretarias Municipal e Estadual de Saúde.

O vereador Maurício Peixer (PSDB) explica que desde abril de 2015 os recursos destinados ao programas estão retidos no município. Em março de ano passado, ocorreu um remanejamento dos R$ 317 mil mensais que iriam para o programa na Maternidade Darcy Vargas, passando do governo municipal para o estadual. Mas por algum motivo, o dinheiro ficou preso no Fundo Municipal de Saúde, explicou a secretária da ADR, Simone Schramm.

O diretor-executivo da Secretaria Municipal de Saúde, Jean Rodrigues da Silva, comenta que se a situação não for esclarecida na próxima reunião, quinta-feira, uma auditoria pode ser aberta para saber onde estão os recursos. O presidente da Comissão de Saúde, João Carlos Gonçalves (PMDB), afirma que uma moção apelando para que os recursos seja aplicados pode ser feita. “Se o recurso existe, queremos entender porque ele não está sendo utilizado”, afirmou.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Saúde

Loading...