Aventureiro, Costa e Silva e Iririú terão fiscalização de medidas restritivas em Joinville

Patrulha Coronavírus inicia nova etapa de fiscalização focada em bairro com mais incidência de casos na cidade

O avanço da pandemia em Joinville, no Norte de Santa Catarina, fez a cidade entrar em alerta e traçar novas ações de combate ao coronavírus e estratégias para frear a transmissibilidade do vírus.

Uso de máscara para proteção contra o novo coronavírus. – Foto: Ricardo Wolffenbuttel/Governo de SC/ND

Entre as ações está a nova etapa de fiscalização das medidas restritivas. A Patrulha Coronavírus será focada nos bairros com mais incidência de casos, entre eles, o Aventureiro, Costa e Silva e Iririú. Os três somam, juntos, mais de 4,6 mil casos. Atualmente, a cidade tem 1.780 casos ativos e, desde o início da pandemia, Joinville confirmou 25.877 casos. O número de mortes na cidade chegou, na quinta-feira (19), a 374.

De acordo com a gerente da Vigilância Sanitária de Joinville, Edilaine Pasquali, a etapa deverá reavaliar os possíveis locais de transmissão e proliferação do vírus. “Considerando a crescente nos casos positivos, há de se retomar as ações para conter o aumento dos casos. Iremos atuar não somente na fiscalização, mas também no alerta quanto à circulação destas pessoas, evitando assim a disseminação do vírus nos bairros”, fala.

A fiscalização deve impor as sanções previstas no Decreto 37.943 aos locais que descumprirem as medidas. Entre elas estão interdição por 48 horas e multa. “Os estabelecimentos já foram orientados e não podem alegar desconhecimento das medidas sanitárias”, salienta a gerente.

O que será verificado:

  • Uso de máscara e álcool 70%
  • Controle do acesso para atender a capacidade do estabelecimento, conforme limitação imposta
  • Distanciamento entre mesas, equipamentos, locais para descanso, filas e espera.
  • Disposição de informações relacionadas a Covid-19
  • Horário de funcionamento
  • Ações para conter a aglomeração nos locais
+

Saúde