Aviões da FAB podem ajudar nas transferências de pacientes em Chapecó

Município enfrenta colapso no sistema de saúde por conta do crescimento de contaminações e internações

Aeronaves da FAB (Força Aérea Brasileira) devem auxiliar nas transferências de pacientes com coronavírus para outras unidades hospitalares de Santa Catarina. Os deslocamentos ocorrem desde janeiro, por conta da sobrecarga do sistema de saúde da região Oeste do Estado.

Chegada dos 11 pacientes transferidos de Manaus para tratamento da Covid-19 em Santa Catarina – Foto: Mauricio Vieira/NDChegada dos 11 pacientes transferidos de Manaus para tratamento da Covid-19 em Santa Catarina – Foto: Mauricio Vieira/ND

Os pacientes são transportados por uma aeronave do Corpo de Bombeiros Militar, que está de plantão no aeroporto de Chapecó, e ambulâncias do Samu (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).  Desde janeiro foram feitas 121 transferências.  

Ao ND, nesta segunda-feira (15), o secretário de Estado da Saúde, André Motta Ribeiro, disse que fez o pedido de auxílio ao Governo Federal na semana passada. 

“Me manifestei na semana passada pedindo apoio de aeronaves da FAB na possibilidade de fazer o transporte similar ao da operação Amazônia que, inclusive, SC tem participado dessa operação. Nós temos algumas questões logísticas para entender se é possível utilizar esse equipamento, mas no momento adequado, se isso for necessário, tenho certeza que receberemos essa ajuda”, afirmou o Motta.

O secretário chegou a Chapecó na manhã desta segunda-feira (15) para montar um Centro Integrado de Operações para atacar o avanço da pandemia de coronavírus no município.  Em poucos dias, disparou o número de contaminações e mortes na cidade.

Nesta segunda, conforme o município, 2.214 pessoas estavam com o vírus ativo. Também foram confirmados mais dois óbitos, totalizando 157 mortes. Ainda 158 pacientes estão internados nos dois hospitais do Oeste.

O presidente Jair Bolsonaro (sem partido) pediu ao ministro da Saúde, Eduardo Pazuello, que mantenha atenção total ao município de Chapecó. Também ligou para o prefeito João Rodrigues (PSD) oferecendo ajuda.

Acesse e receba notícias de Chapecó e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Saúde