Bares, restaurantes e shoppings podem funcionar até meia-noite em Itajaí

Bares passam a funcionar também aos domingos; decreto prorroga medidas de combate à Covid-19 até 9 de setembro

O decreto nº 11.999 de 2020, publicado na última terça-feira (2) pela Prefeitura de Itajaí, altera o horário de funcionamento de bares, shoppings e restaurantes no município. Agora, estes estabelecimentos podem funcionar das 6h à meia-noite. Os bares também podem, a partir desta quinta (3).

O decreto também prorroga outras medidas de enfrentamento à Covid-19 até o dia 9 de setembro. O acesso a parques e praças segue suspenso, assim como as aulas presenciais da educação infantil, ensino fundamental, nível médio e educação de jovens e adultos (EJA) e o funcionamento de cinemas, teatros, casas noturnas, museus e similares.

O decreto ainda mantém a obrigatoriedade do uso de máscaras em todos os espaços, e a exigência da aferição de temperatura na entrada de mercados e supermercados. O transporte público também voltou a funcionar esta semana. A Viação Praiana tem operado com as linhas intermunicipais, com a capacidade dos ônibus reduzida para 50%, ou seja, 45 pessoas em cada veículo.

Veja todas as medidas abaixo:

– Mercados, mercearias e supermercados:

Horário de funcionamento de segunda a domingo das 6 h à meia-noite;

Limitação do acesso de apenas uma pessoa por família;

Redução da capacidade de entrada de pessoas em 40% do limite permitido;

Aferição de temperatura da população e dos funcionários na entrada dos estabelecimentos.

– Restaurantes, bares e similares:

Horário de funcionamento de segunda a domingo das 6 h à meia-noite;

Limitação de entrada e permanência de pessoas em 40% da capacidade máxima de público;

Proibida a permanência de pessoas em pé no interior do estabelecimento;

Vedada a utilização de bandas musicais, sendo permitido voz e violão ou similares, desde que tenha uma proteção de acrílico, separando o artista do público.

– Shoppings e comércio em geral:

Abertura de segunda a domingo das 6 h à meia-noite.

– Transporte municipal, intermunicipal e interestadual de passageiros:

Autorizada a retomada dos serviços, desde que respeitem as regras estabelecidas pela Secretaria de Estado da Saúde na Portaria n° 583 de 24 de agosto de 2020.

Autorizado o serviço de fretamento para transporte de pessoas.

O transporte municipal aguarda procedimentos internos para funcionamento.

– Cinemas, teatros, casas noturnas, museus, parques temáticos, eventos, shows e espetáculos:

Seguem suspensos até 9 de setembro.

Ficam autorizados os eventos públicos de entretenimento “drive-in” – onde os convidados ficam dentro dos carros –, estando condicionada sua atividade ao cumprimento dos protocolos sanitários específicos, regulamentados pelo Governo do Estado.

– Academias ao ar livre, playgrounds, parques, praças e afins:

Acessos suspensos até 9 de setembro.

– Atividades esportivas coletivas:

Fica suspensa qualquer prática amadora de atividade esportiva coletiva em áreas públicas e privadas, inclusive em condomínios.

O acesso de público a competições esportivas, públicas ou privadas, oficiais ou não, também segue suspenso.

– Praias:

Ficam suspensas as atividades esportivas aquáticas, incluindo passeios náuticos na modalidade “amarinhadas” (embarcações encostadas umas nas outras), aglomeração de pessoas nas faixas de areia e em torno dos rios e lagoas, com exceção da pesca profissional, amadora e artesanal.

Permitida a prática individual de esportes.

– Igrejas e templos religiosos:

Poderão realizar missas e cultos religiosos presenciais em qualquer dia da semana. A lotação máxima autorizada será de 30% da capacidade do templo ou igreja, com ocupação alternada de assentos.

– Aulas presenciais:

Seguem suspensas as aulas presenciais da rede pública e privada, relacionadas à educação infantil, ao ensino fundamental, nível médio e educação de jovens e adultos (EJA). O Governo do Estado suspendeu as aulas presenciais em todo o Estado até 12 de outubro.

Autorizadas aulas práticas de cursos técnicos, atividade de ensino presencial em estabelecimentos acadêmicos públicos e privados nas modalidades de ensino superior e pós-graduação e cursos livres, conforme regulamentado pelo Governo do Estado.

+

Saúde