C# e Python: startup tem curso gratuito para vulneráveis, negras e LGBTQIAP+

A startup ligada à construção civil Juntos Somos Mais, em parceria com a Gama Academy, irá selecionar 60 mulheres em vulnerabilidade social, negras e LGBTQIAP+ para receber treinamento gratuito em programação e tecnologia. O objetivo do projeto, chamado ConstruDelas, é que, após o curso, elas atuem como desenvolvedoras júnior nas linguagens C# e Python.

Quer fazer trabalho voluntárioClique aqui e encontre um com a sua cara

O ConstruDelas acontecerá em duas fases e não exige nenhuma pré-formação para a participação. Na primeira etapa, as participantes terão formação básica dos fundamentos da programação e ferramentas necessárias para iniciar como desenvolvedoras. Já na segunda, a turma será dividida em duas e, em paralelo, receberão curso para formação de duas linguagens: C# e Python.

Leia mais: Álbum: 100 coisas legais para fazer durante a quarentena
Pessoas fazem releituras de obras de arte durante a quarentena; confira

“Uma das principais missões que temos na Juntos Somos Mais é auxiliar os profissionais a se especializarem e ajudar que cresçam na carreira. O ConstruDelas atua nesse ponto ao darmos nossa contribuição para maior igualdade de gênero no setor de tecnologia”, afirma Bruna Segatto, Head de People da empresa.

Construdelas: como se inscrever

“Não temos exigências de experiência prévia ou formação profissional, nosso objetivo é unir ao time mais pessoas que valorizem nossa cultura forte de inclusão e diversidade e que estejam prontas para criar história conosco. Além da formação profissional, existe também a possibilidade de contratação no final do programa”, diz Danny Farias, CTO da Juntos Somos Mais.

“O projeto ConstruDelas visa democratizar o acesso de mulheres na formação técnica e aumentar as chances de colocação no mercado de trabalho de tecnologia, que só cresce em nosso país. Segundo o Tech Jobs Report, desenvolvido pela Gama Academy, há mais de 20 mil vagas na área de tecnologia previstas para os próximos três meses e queremos muito que haja, no mínimo, equidade de ocupação e remuneração dessas oportunidades entre homens e mulheres”, afirma Guilherme Junqueira, CEO da Gama Academy.

As interessadas deverão se inscrever pelo site https://corp.gama.academy/construdelas/inscricao até 18 de agosto. As aulas estão previstas para setembro. Conclusão, em novembro.

Loading...