Busca voluntária

No blog do projeto Busca voluntária você encontra boas notícias para inspirar o seu dia.


Doação de sangue cai durante a pandemia; veja como ajudar

A necessidade de conscientizar a população sobre a importância da doação de sangue é constante, porém o debate nunca foi tão atual quanto agora, em meio à pandemia da Covid-19. Segundo dados do Ministério da Saúde, em 2020, foi registrada queda de aproximadamente 20% nesse tipo de atitude em todo o país.

Leia mais:
Horta em casa: 5 dicas básicas para começar a sua
Isolamento social: 9 dicas para cuidar da saúde mental

Eliseo Sekiya, hematologista e hemoterapeuta da Rede de Hospitais São Camilo de São Paulo, explica que o aumento de casos de Covid-19 causou impacto sobre a saúde de maneira geral. Isso reflete negativamente nos estoques em todo o país – por isso é fundamental relembrar a importância da doação de sangue e estimular o ato.

Quer fazer trabalho voluntário? Clique aqui e encontre um com a sua cara

“A reposição do sangue nos bancos é fundamental para o suprimento em casos de cirurgias de emergência, acidentes envolvendo hemorragias, tratamentos de câncer e outras doenças que não podem esperar”, destaca o especialista.

O médico alega que o número de coletas vem sofrendo queda significativa nos últimos cinco anos e que, embora os bancos não tenham ficado desabastecidos, a quantidade de sangue não é suficiente para atender a constante demanda da população.

“Os bancos de sangue necessitam ampliar o estoque de todos os tipos sanguíneos”, diz Eliseo. “No entanto, os mais críticos costumam ser os O- e O+. O primeiro por ser compatível com os tipos positivos ou negativos. O segundo, o mais comum e, portanto, o mais demandado.”

No intuito de ampliar o debate e conscientizar a população sobre importância da doação de sangue, o Hospital São Camilo SP aderiu à campanha Junho Vermelho, iluminando as fachadas de suas unidades durante todo o mês.

Protocolos de segurança

O especialista, que coordena o centro de coleta de sangue da unidade Mooca do Hospital São Camilo, frisa que o espaço e os profissionais estão preparados para receber doadores voluntários em segurança.

“A coleta é feita seguindo todos os protocolos para evitar a contaminação cruzada da covid-19. Tanto aqueles que já faziam doações regulares quanto os que desejam começar podem realizar o ato sem riscos à sua saúde”, reforça o médico.

Importância da doação de sangue: quem pode colaborar

Eliseo orienta que todas as pessoas com idade entre 16 e 69 anos, com peso superior a 50Kg, podem ser doadoras de sangue. O voluntário que estiver com sintomas de gripe, febre ou diarreia deve aguardar a melhora do quadro para fazer a doação.

“Uma pessoa saudável pode doar sangue de três a quatro vezes no ano, sempre respeitando um intervalo mínimo de dois a três meses entre uma doação e outra.”

Saiba mais sobre a importância da doação de sangue no especial: DOAÇÃO DE SANGUE: REQUISITOS, IMPEDIMENTOS E TUDO O QUE VOCÊ PRECISA SABER.