Marca fabrica perfume para mãe guardar o cheiro favorito do filho falecido

Dona Wanda, uma artista plástica de 76 anos, perdeu o filho no início de março – Alexandre Terra foi mais uma das vítimas da Covid-19. Em luto, a mulher encontrava refúgio em um frasco de perfume quase vazio, cuja fragrância era a favorita de seu filho, que dizia que o produto tinha “cheiro de mãe”.

Leia mais:
Mamãe leopardo ajuda filhotes a atravessar estrada; veja
Mãe cria app colaborativo para ajudar pessoas com autismo

Vendo o sofrimento da senhora, Karyne Leão, cunhada de Alexandre, tentou comprar mais unidades do perfume e descobriu que ele havia sido descontinuado. Ela decidiu, então, partir para a página da O Boticário nas redes sociais e fez um apelo a marca pela volta do produto ao mercado – para que Dona Wanda pudesse guardar essa lembrança do filho.

Mesmo em meio a milhares de comentários, o inesperado aconteceu. O fundador da marca, Miguel Krigsner, teve acesso ao apelo e enviou uma carta escrita pessoalmente para Dona Wanda. Na mensagem, ele conta que, com o apoio da equipe de O Boticário, foram produzidas mais algumas unidades da fragrância preferida de Alexandre. E ainda contou que o perfume foi criado em comemoração ao nascimento de sua filha Annete – que dá nome ao perfume.

A embalagem que Dona Wanda receberá terá o nome da idosa na parte da frente e a mensagem “Em memória de Alexandre Terra” no verso. Confira, abaixo, a carta enviada pelo fundador de O Boticário para Dona Wanda:

Loading...