Mundo Maria

Entretenimento, lifestyle, arte e tudo que move o mundo dos influenciadores nas redes sociais.


Veganismo: o verdadeiro significado desse estilo de vida

Veganismo, muitos são contra e muitos são a favor, mas você sabe mesmo o que é? Não se trata apenas de alimentação, é um estilo de vida

Olá leitores do Mundo Maria, hoje vamos falar sobre veganismo. #GoVegan.

E não vai ser uma matéria de dados retirados do Google. Conversei com uma pessoa que se tornou vegana e questionei o porque dessa mudança na vida dela e como foi todo esse processo. Porque ser vegano é um estilo de vida, e não apenas uma mudança na alimentação.

Veganismo, um estilo de vida e não apenas uma forma de se alimentar: isso que vamos abordar na nossa matéria com a Bruna.

Veganismo, um estilo de vido e não apenas uma forma de se alimentar, isso que vamos abordar me nossa matéria com a Bruna.Bruna Witthinrich, a entrevistada que vai nos contar como foi sua transição para o veganismo.

Bruna, me conta: o que é o veganismo para você?

Como Bruna Witthinrich me definiu o veganismo, é uma filosofia e estilo de vida, que busca na medida do possível e praticável todas as formas contra exploração e crueldade contra animais na alimentação, no vestuário e qualquer outra finalidade. Como por exemplo, shampoo, escova de dente, e até mesmo o uso de travesseiros com pena de ganso.

Por que você resolveu adotar esse estilo de vida?

Ela se tornou vegana quando viu o irmão dela adoecer na UTI em um hospital e a orientação médica dada a ele foi uma alimentação saudável sem proteína animal e seus derivados, assim que ele retornasse para sua casa.

Ela acompanhou de perto toda essa transição, que no início foi uma dieta e depois passou a ser uma filosofia de vida. Deu um start  na mente de Bruna e foi transformador. Ela foi totalmente influenciada por ter passado lado a lado por essa transformação, que hoje para ela é um caminho sem volta.

“Na minha busca por informações, assisti documentários e vídeos, li artigos e mergulhei nos livros e tudo que eu encontrava. Não podia mais continuar e ser cúmplice de uma indústria de sofrimento e dor. Quanto mais eu lia e me informava, mais fácil foi pra mim me tornar vegana. Foi um marco na minha vida e foi rápido. Não apenas me livrei de todo e qualquer mal físico, como me tornei imune. Comecei pela alimentação e aos poucos fui eliminando os produtos de origem animal como lã, couro, travesseiro de pena de ganso e etc… E produtos que têm como origem a exploração animal, como cosméticos testados em animais”, diz.

“É mais que uma dieta, é um estilo de vida. Vai muito além de ter um cabelo, unhas e pele bonita. É uma forma de se relacionar com o mundo e com você mesma. Cada pessoa tem o seu tempo e seu processo. Mas quando se foca na causa, não é um sacrifício, é um ato de amor!”, complementa.

Veganismo, um estilo de vida e não apenas uma forma de se alimentar. Então vamos lá:

Agora, quero saber um exemplo de como você se alimenta ao longo do dia.

Café da manhã

  • Tofu mexido (super fácil, em média de 15 minutos para fazer.)
    • 100 gr de tofu orgânico;
    • ½ colher (café) de cúrcuma em pó;
    • Sal, pimenta-do-reino, manjericão fresco, orégano, alho e cebola a gosto;
    • 1 colher (sopa) de azeite de oliva;
    • Tomate em cubinhos a gosto (opcional);
    • Só picar os ingredientes, refogar no azeite por 2 minutos.
  • Uma xícara da café e  um copo de suco verde;

Almoço

  • arroz integral
  • feijão
  • salada crua variada com sementes
  • legumes no forno temperado
  • OBS: É interessante variar as leguminosas! Então as vezes troco o feijão por grão de bico ensopado ou lentilha;
  • Um almoço completo, saudável que se encaixa num estilo de vida vegano.Foto de um almoço vegano bem completo; Reprodução; Pinterest/ND

Lanche da tarde

  • Uma banana amassada com pasta de amendoim e canela;

Jantar

  • No jantar geralmente uma guacamole com um prato farto de um mix de salada ou pão de fermentação natural no forno;
  • Outra opção, é uma tigela de poke com abacate, tofu, arroz, algas, cenouras e manga.
Tigela para representar uma dieta baseada no veganismoTigela de poke vegana com abacate, tofu, arroz, algas, cenouras e manga.-Reprodução/iStockphoto/ND

Fins de semana

Durante os fins de semana, Bruna costuma se esmerar um pouco mais na cozinha e desenvolver receitas diversas como: strogonoff de cogumelos, kibe de abóbora com cebola caramelizada, bobó de palmito.

Enfim, pratos elaborados e gostosos que podem substituir os que estamos acostumados a comer com proteína animal. E mesmo assim com muito sabor!

“Há muitas coisas que podemos fazer para tornar o mundo um lugar melhor, e com certeza o veganismo é uma maneira mais maravilhosa para contribuir várias vezes ao dia. Não se trata de perfeição ou tentar ser melhor do que os outros, e sim o melhor que podemos ser em nós mesmos. O boicote às indústrias ou a qualquer comércio que explore o sofrimento animal é uma escolha inteligente. Fazer escolhas é a afirmação definitiva da nossa humanidade, lembrando que para os animais só importam as atitudes que tomamos.”

Participe do grupo e receba as principais notícias
da Grande Florianópolis na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.