Cacau Menezes

Apaixonado pela sua cidade, por Santa Catarina, pelo seu país e pela sua profissão. São 45 anos, sete dias por semana, 24 horas por dia dedicados ao jornalismo


Vida de hoje tem como carro chefe o WhatsApp

Vida moderna

Foto: Divulgacão/ND

Tempos atrás, nos tempos dos nossos avós, um cidadão vivia com duas calças, três camisas, uma casa esburacada, um banquinho, uma rede, uma mesa, um pote, um curral de vacas, um tabaqueiro e um lenço. Às vezes também possuía um chapéu de palha e um par de alpercatas. Era pouco. Entretanto, era quanto bastava para chegar-se aos noventa anos sem precisão de óculos. Que o diga, se vivo ainda fosse, meu avô, que durante anos foi diretor da Biblioteca Pública. Santa simplicidade! Como vai distante aquele tempo! Hoje são-nos exigidas tantas coisas que para fazer uma lista delas não seria bastante uma coluna. Necessitamos o jornal, o cinema, o teatro, o tênis, o amor, o guarda-chuva, a literatura, a tv, o rádio, o carro e as mensagens do presidente Bolsonaro. Em matéria de necessidades, o ser humano contemporâneo abrange todas as latitudes. Mas de todas, a mais indispensável mesmo é o whatsApp…