Blumenau adere a consórcio para comprar vacinas contra o coronavírus

A adesão ao consócio foi entendida pela prefeitura como uma opção juridicamente segura e que permite uma possibilidade maior na negociação de valores e prazos para entrega

Com o objetivo de garantir a compra de vacinas, medicamentos, equipamentos e insumos para o enfrentamento à Covid-19, Blumenau  aderiu ao consórcio nacional ligado a Frente Nacional dos Prefeitos. O protocolo de intenções foi firmado nesta sexta-feira (5)

Quantitativo de primeiras doses aplicadas em SC deve subir com a nova remessa da vacinas – Foto: Mauricio Vieira/Secom/NDQuantitativo de primeiras doses aplicadas em SC deve subir com a nova remessa da vacinas – Foto: Mauricio Vieira/Secom/ND

O município vem estudando a compra de vacinas por conta própria desde janeiro, no entanto, apenas na semana passada, quando o STF (Supremo Tribunal Federal) autorizou estados e municípios a importar e distribuir os imunizantes, Blumenau confirmou sua decisão de compra.

A adesão ao consócio foi entendida pela prefeitura como uma opção juridicamente segura e que permite uma possibilidade maior na negociação de valores e prazos para entrega. Os recursos já estão reservados no orçamento previsto para este ano.

Ammvi estuda comprar vacinas

Na semana passada a Ammvi (Associação dos Municípios do Médio Vale do Itajaí) revelou que também estuda a compra de doses da vacina contra o coronavírus para agilizar a imunização na região.

Profissionais e membros do Cisamvi (Consórcio Intermunicipal de Saúde do Médio Vale do Itajaí) estão fazendo um levantamento para saber sobre a viabilidade da compra.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Blumenau e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Saúde