Blumenau amplia vacinação da Covid-19 para novos grupos da educação

Relação dos novos grupos foi divulgada pela Prefeitura de Blumenau na tarde desta terça-feira (1°)

A Prefeitura de Blumenau ampliou na tarde desta terça-feira (1°) a agenda de vacinação contra a Covid-19 para novos públicos da educação. São cerca de 1,5 mil vagas disponíveis, com aplicação da vacina ainda nesta quarta-feira (2), no Parque Vila Germânica.

Blumenau ampliou os grupos de vacinação nesta terça-feiraVacinação em Blumenau – Foto: Divulgação/Eraldo Schnaider/Prefeitura de Blumenau

A partir de agora estão incluídos como público alvo da campanha de vacinação os professores do ensino médio, ensino profissionalizante ou universitário, profissionais da educação que atuam em atividade remota, EAD ou similares e trabalhadores da educação que atuam de forma presencial em outras áreas.

O agendamento para vacinação deve ser feito no site da Prefeitura de Blumenau ou pelo Alô Saúde, no telefone 156 (opção 2). Pelo telefone o atendimento segue até às 20h, conforme disponibilidade de vagas.

Somente serão vacinados aqueles usuários com agendamento. É importante ressaltar que quem realizou a vacina da Gripe (H1N1) deve aguardar um período de 14 dias para se vacinar contra o coronavírus.

Quais grupos já podem receber a vacina em Blumenau?

Além dos novos grupos, o agendamento segue disponível para pessoas com comorbidades, forças de salvamento e segurança, além dos idosos, também poderão tomar a vacina. Veja abaixo a relação completa:

  • Profissionais que atuam na equipe técnica, administrativa e pedagógica, na gestão do PlanConEdu
  • Professores e auxiliares que atuam nas instituições exclusivas de Educação especial (APAE e Cemea)
  • Professores, segundo professores, auxiliares e afins que atuam desde a educação infantil até os anos finais do ensino fundamental
  • Profissionais que atuam nas unidades de educação públicas ou privadas nas atividades de limpeza, alimentação, serviços gerais e similares
  • Professores do ensino médio, ensino profissionalizante ou universitário
  • Profissionais da educação que atuam em atividade remota, EAD ou similares
  • Trabalhadores da educação que atuam de forma presencial em outras áreas
  • Profissionais das Forças de Segurança e Salvamento, Funcionários do Sistema de Privação de Liberdade e Forças Armadas
  • Pessoas com Deficiência Permanente cadastradas no Programa Benefício de Prestação Continuada
  • Pessoas com Deficiência Permanente
  • Pessoas com comorbidades
  • Puérperas com comorbidades
  • Pessoas com hipertensão arterial, estágios 1 e 2 (acima dos 50 anos)
  • Idosos

Todos os grupos têm vagas disponíveis para pessoas acima dos 18 anos, exceto idosos (a partir de 60 anos) e pessoas com hipertensão (acima dos 50 anos).

Os demais grupos da educação serão contemplados, de forma gradual e escalonada, conforme o município for recebendo novas remessas de vacina do Governo do Estado.

Vacinação da Covid-19 em Blumenau – Foto: João Vitor Korc/Divulgação/Prefeitura de BlumenauVacinação da Covid-19 em Blumenau – Foto: João Vitor Korc/Divulgação/Prefeitura de Blumenau

Quais doenças são consideradas comorbidades?

  • Diabetes mellitus
  • Pneumopatias crônicas graves
  • Hipertensão arterial resistente
  • Hipertensão arterial estágio 1, 2 e 3
  • Insuficiência cardíaca
  • Cor-pulmonal e Hipertensão pulmonar
  • Cardiopatia hipertensiva
  • Síndromes coronarianas
  • Valvopatias
  • Miocardiopatias e Pericardiopatias
  • Doenças da Aorta, dos Grandes Vasos e Fístulas arteriovenosas
  • Arritmias cardíacas
  • Cardiopatias congênitas no adulto
  • Próteses valvares e dispositivos cardíacos implantados
  • Doença cerebrovascular
  • Doença renal crônica
  • Doenças que causam imunossupressão
  • Imunossuprimidos
  • Hemoglobinopatias graves
  • Obesidade mórbida
  • Síndrome de Down
  • Cirrose hepática

Quais documentos são necessários para tomar a vacina?

  • Profissionais da educação: documento de identificação com foto e declaração comprobatória no modelo oficial fornecido pelo Governo do Estado. Só serão vacinados os profissionais listados pelo município conforme o cadastro enviado pelo Estado para a vacinação contra a Covid-19.
  • Profissionais das Forças de Segurança e Salvamento, Funcionários do Sistema de Privação de Liberdade e Forças Armadas: Documento de identificação, carteira funcional, contracheque ou documento comprobatório (ofício) assinado pela chefia da corporação, informando que o profissional tem vínculo efetivo e ativo com a instituição.
  • Pessoas com Deficiência Permanente cadastradas no Programa Benefício de Prestação Continuada: Comprovante de recebimento do benefício.
  • Pessoas com Deficiência Permanente: Atestado ou declaração médica,  documentos comprobatórios de atendimento em centros de reabilitação ou unidades especializadas no atendimento de pessoas com deficiência,  documento oficial de identidade com a indicação da deficiência ou ainda Carteira de Transporte Público.
  • Pessoas com comorbidades: preferencialmente atestado ou declaração médica, declaração do enfermeiro do serviço de saúde onde o usuário faz o tratamento. Receitas de medicamentos que deixem claro a condição da pessoa (validade de 1 ano para medicamentos de uso não controlados) também terão aceitação na falta das opções anteriores.
  • Puérperas com comorbidades: declaração de nascimento da criança ou certidão de nascimento + comprovação de comorbidade.
  • Pessoas com hipertensão arterial, estágios 1 e 2 (acima dos 50 anos): preferencialmente atestado ou declaração médica, declaração do enfermeiro do serviço de saúde onde o usuário faz o tratamento. Receitas de medicamentos que deixem claro a condição da pessoa (validade de 1 ano para medicamentos de uso não controlados) também terão aceitação na falta das opções anteriores.
  • Idosos: Documento de identificação.

Trabalhadores da Saúde

Os trabalhadores da saúde, que estão com as vagas esgotadas agora, podem preencher um cadastro demonstrando interesse em realizar a vacinação assim que novas doses do imunizante forem enviadas pelo Governo do Estado. O cadastramento está disponível em bit.ly/cadastrosaudebnu.

Atestado/Declaração Médica

A Prefeitura disponibilizou um modelo de declaração médica para que pessoas com comorbidades possam comprovar a condição pré-existente da patologia e consigam receber a vacina contra o coronavírus.

O documento também está disponível no site da prefeitura e deve ser preenchido e assinado pelo profissional médico atestando com exatidão a comorbidade do paciente.

Central de Vacinação em Blumenau – Foto: Moisés Stuker/NDTV BlumenauCentral de Vacinação em Blumenau – Foto: Moisés Stuker/NDTV Blumenau

Acesso à aplicação da vacina

A orientação é para que os usuários cheguem com até 15 minutos de antecedência ao Parque Vila Germânica.

Os usuários podem acessar o Setor 1 entrando pela rua Alberto Stein, utilizando o estacionamento no Parque Vila Germânica. O espaço conta com cadeiras de rodas para auxiliar no deslocamento.

Pessoas com mobilidade reduzida podem acessar a Central de Vacinação pela rua Itapiranga. Neste caso, a vacina é aplicada sem que o usuário precise desembarcar do veículo.

Como agendar a vacina da Covid-19 em Blumenau?

A prefeitura de Blumenau oferece, atualmente, duas opções de agendamento: telefone e site. Veja abaixo como proceder em cada opção:

Telefone

  • Ligar para o número 156
  • A ligação será atendida por um sistema automatizado. É preciso digitar no teclado do aparelho a opção 2 – Alô Saúde Covid-19
  • A ligação será transferida para um atendente que fará o agendamento.

Site

  • Acessar diretamente pelo link bit.ly/VacinaBlumenau
  • Escolher a opção “Agendamento da Vacina do Coronavírus”
  • Selecionar o local de vacinação – No caso da vacina do coronavírus é “Vila Germânica”
  • Selecionar o grupo de risco
  • Inserir o CPF de quem será vacinado
  • Escolher a data e horário da vacinação
  • Copiar o protocolo de agendamento

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Blumenau e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Saúde