Blumenau terá 45 salas abertas neste sábado para o “Dia D” de vacinação

Em todos os locais estarão disponíveis doses da vacina contra a febre amarela e também sarampo. Atendimento será das 8h às 17h

Blumenau está se mobilizando para o “Dia D” de vacinação. Neste sábado (15), as 45 unidades com sala de vacina distribuídas tanto nos Ambulatórios Gerais (AGs) quanto nas Estratégias Saúde da Família (ESFs) vão atender das 8h às 17h.

Unidades de saúde de Blumenau vão oferecer doses das vacinas contra sarampo e também febre amarela – Foto: Agência Brasil

Além da vacina contra o sarampo, também será disponibilizada a vacina que protege contra a febre amarela.

A vacinação contra a febre amarela tornou-se importante por conta do registro do primeiro caso da doença em humano, confirmado nesta quarta (12) pela Vigilância Epidemiológica de Blumenau. O paciente tem 26 anos e mora no bairro Itoupava Central.

Leia também

“Realizar a vacinação contra a febre amarela é a única forma de as pessoas  ficarem protegidas contra a doença. Além disso, é um ato de cidadania, de respeito ao próximo, porque estando protegido você protege outras pessoas e evita a circulação do vírus da febre amarela, que em formas mais graves, pode ser fatal”, orienta o secretário de Promoção da Saúde de Blumenau, Dr. Winnetou Michel Krambeck.

A recomendação é de que as crianças tomem uma dose aos 9 meses e façam reforço da vacina aos 4 anos. Acima dos 5 anos de idade é feita apenas a dose única. Adultos acima de 60 anos, gestantes e pacientes imunossuprimidos deverão apresentar prescrição médica.

Sarampo
Já a vacina contra o sarampo é indicada para crianças entre seis e 11 meses precisam tomar a dose zero e depois repetir a vacina ao 12 e aos 15 meses; até 29 anos é necessário ter duas doses contra o sarampo registradas na carteira de vacinação; e de 30 a 49 anos, uma dose.

A Campanha Nacional de Vacinação contra o Sarampo segue até o dia 13 de março.

A vacina tríplice viral protege contra sarampo, caxumba e rubéola – Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Em Santa Catarina, durante este ano, foram notificados 97 casos suspeitos. Deste total, 37 foram descartados, 47 confirmados e 13 ainda permanecem em investigação.

+

Saúde