Bolsonaro acompanha partida da missão brasileira ao Líbano

Missão levará itens de combate à pandemia da Covid-19 que estão entre as necessidades do país neste momento de crise que se segue à explosão

O presidente Jair Bolsonaro acompanha na manhã desta quarta-feira (12) a partida da comitiva brasileira em missão ao Líbano, na Base Aérea no Aeroporto Internacioal de Guarulhos (SP). O ex-presidente Michel Temer, filho de libaneses, vai chefiar a missão de ajuda humanitária brasileira ao Líbano, atingido por uma explosão em sua capital, Beirute, na última semana.

Temer foi convidado por Bolsonaro para chefiar a missão no Líbano. – Foto: Renato Costa/Framephoto/Estadão ConteúdoTemer foi convidado por Bolsonaro para chefiar a missão no Líbano. – Foto: Renato Costa/Framephoto/Estadão Conteúdo

A missão foi anunciada no domingo (9) por Bolsonaro e levará respiradores mecânicos e máscaras de proteção facial. Os itens de combate à pandemia de Covid-19 estão entre as necessidades do país neste momento de crise que se segue à explosão. Estão envolvidos na operação o Ministério das Relações Exteriores, o Ministério da Saúde e a Presidência da República. O Ministério da Defesa fará o apoio logístico.

A comitiva brasileira em missão ao Líbano será composta por 13 integrantes, entre eles o ex-presidente Michel Temer e o presidente da Fiesp (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo), Paulo Skaf.

Temer precisou pedir autorização para a 7ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, já que é réu em duas ações. A Justiça aceitou o pedido do ex-presidente, autorizando a viagem dos dias 12 a 15 de agosto.

Conheça os membros da comitiva:

• Michel Temer, ex-presidente da República;
• Nelsinho Trad (PSD-MS), senador;
• Luiz Osvaldo Pastore (MDB-ES), senador;
• Flávio Augusto Viana Rocha, secretário de Assuntos Estratégicos da Presidência da República;
• Kenneth Félix Haczynski da Nóbrega, secretário de Negociações Bilaterais no Oriente Médio, Europa e África do Ministério das Relações Exteriores;
• Carlos Augusto Fecury Sydrião Ferreira, representante do Exército Brasileiro;
• Paulo Antônio Skaf, presidente da Fiesp e de ascendência libanesa;
• Elson Mouco Junior, publicitário do MDB e ex-assessor de Temer;
• Michael Pereira Flores;
• Ronaldo da Silva Fernandes;
• Luciano Ferreira da Sousa;
• Sebastião Ruiz Silveira Junior, e
• Marcelo Ribeiro Haddad.

+

Saúde

Loading...