‘Brasil será um grande produtor e exportador de vacinas’, diz ministro Marcos Pontes

Marcos Pontes compareceu à abertura da 18ª SNCT, em Brasília, e falou sobre novos avanços desenvolvidos pelo seu ministério

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, afirmou nesta sexta-feira (3) que o Brasil deixará de ser importador de IFA ( Ingrediente Farmacêutico Ativo), para se destacar como produtor e exportador de vacinas para todo o mundo. A fala ocorreu durante a abertura da 18ª SNCT (Semana Nacional da Ciência e Tecnologia), em Brasília.

O ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, participa da abertura oficial da 18ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia – Foto: Valter Campanato/Agência Brasil/Divulgação/NDO ministro da Ciência, Tecnologia e Inovações, Marcos Pontes, participa da abertura oficial da 18ª Semana Nacional de Ciência e Tecnologia – Foto: Valter Campanato/Agência Brasil/Divulgação/ND

“Isso já está acontecendo. São projetos em curso em todas as áreas. Tudo isso porque a ciência é transversal”, explica o ministro.

Segundo Pontes, uma série de novos avanços têm sido fomentados por diversas frentes do seu ministério,  desde pesquisas com células-tronco até desenvolvimento aeroespacial. Marcos afirmou ainda que acredita que eventos como a SNCT 2021 fomentam a curiosidade e o desejo de aprendizado em áreas complexas.

Os planos para tornar o Brasil um polo de exportações de imunizantes não abrangem apenas a Covid-19, mas todas as chamadas doenças tropicais negligenciadas, como dengue, febre amarela, zika e chikungunya.

Durante a cerimônia, o ministro relembrou a assinatura do Plano Nacional de Tecnologias Assistivas, realizada no Palácio do Planalto, que viabiliza uma série de investimentos em iniciativas de acessibilidade, tanto públicos quanto privados.

+

Saúde

Loading...