Brasil tem 6,16 milhões de casos acumulados e 170 mil mortes por Covid-19

Até o momento, 5.512.847 pessoas já se recuperaram da doença

A pandemia do novo coronavírus já gerou 6.166.606 infectados desde o seu início. Nas últimas 24 horas, foram registrados 47.898 casos positivos de Covid-19. O número é 54% maior do que o acréscimo desta terça (24), quando foram adicionados às estatísticas 31.100 novos registros. No mesmo dia, o sistema marcava 6.118.708 pessoas com Covid-19 desde o início da pandemia.

Os dados estão na atualização diária do Ministério da Saúde, divulgada na noite desta quarta-feira (25). O órgão divulga a cada dia um balanço a partir de informações repassadas pelas secretarias estaduais de saúde.

Brasil tem 6,16 milhões de casos acumulados e 170 mil mortes por Covid-19 – Foto: Leopoldo Silva/Agência Senado/NDBrasil tem 6,16 milhões de casos acumulados e 170 mil mortes por Covid-19 – Foto: Leopoldo Silva/Agência Senado/ND

O número de óbitos para a Covid-19 totalizou 170.769. Nas últimas 24 horas, foram registradas 654 mortes, número pouco acima das 630 novas incluídas na terça (24). Ainda há 2.177 óbitos em investigação.

Ainda conforme o balanço do ministério, há 482.990 pacientes em acompanhamento. Outras 5.512.847 pessoas já se recuperaram da doença.

Covid-19 nos estados

Os estados com mais mortes causadas pela Covid-19 são São Paulo (41.601), Rio de Janeiro (22.256), Minas Gerais (9.858), Ceará (9.530), dado relativo a ontem, e Pernambuco (8.971). As Unidades da Federação com menos óbitos pela doença são Acre (721), Roraima (722), Amapá (799), Tocantins (1.153) e Rondônia (1.534).

SC tem 4,9 mil novos casos e 10 hospitais lotados

Santa Catarina teve 4.933 casos da Covid-19 nesta quarta-feira (25), chegando a um total de 337 mil confirmações desde o início da pandemia. No mesmo dia, o Estado também teve uma mudança drástica no mapa de risco.

Anteriormente, eram três regiões em Estado gravíssimo, o mais crítico na escala, ao passo que agora, são 13. A atualização também indica que três regiões estão em nível grave – marcadas com a cor laranja. O novo mapa, predominantemente vermelho, mostra nesta cor as regiões Extremo Oeste, Alto Uruguai Catarinense e Foz do Rio Itajaí.

+

Saúde