Brasil ultrapassa as 31 mil mortes pelo novo coronavírus

Do primeiro óbito até o marco das mil mortes, em 10 de abril, foram 25 dias; quase um mês depois, em 9 de maio, o País passou das 10 mil vítimas, 54 dias após a primeira

O Brasil ultrapassou a marca das 31 mil mortes em decorrência do novo coronavírus nesta terça-feira (2), com o registro de 1.262 óbitos nas últimas 24 horas, o país contabiliza 31.199 óbitos, segundo o Ministério da Saúde. Ademais, são 555.383 confirmações.

Desde o começo da pandemia o Brasil registra 31.199 mortes – Foto: Patrick Floriani/FFCDesde o começo da pandemia o Brasil registra 31.199 mortes – Foto: Patrick Floriani/FFC

O país levou 79 dias para atingir esse patamar após a primeira vítima morrer em 16 de março – a confirmação foi feita no dia seguinte. Apenas quatro países superaram a marca das 30 mil mortes: Estados Unidos, Reino Unido, Itália e agora o Brasil.

“O número de 30 mil é significativo e mostra o desastre que estamos passando no País. Esse número indica a falência que foi o processo de contenção da Covid-19 no país. O pior é que temos números ascendentes. Existe uma grande quantidade de casos não testados”, destaca o epidemiologista Paulo Lotufo, professor da Faculdade de Medicina da USP.

Do primeiro óbito até o marco das mil mortes, em 10 de abril, foram 25 dias. Quase um mês depois, em 9 de maio, o Brasil passou das 10 mil vítimas, 54 dias após a primeira.

Dali para as 20 mil mortes, foram apenas 12 dias e depois mais 11 dias até a marca dos 30 mil mortos. O número de mortes por complicações da Covid-19 no Brasil dobrou em pouco mais de duas semanas.

“Alcançamos 30 mil mortes em menos de três meses. A infecção está se propagando de maneira grave. A perspectiva é de impotência. Uma vez que o vírus se propaga, é difícil contê-lo. A capacidade de resposta é ampla, mas estamos caminhando para uma saturação”, diz o infectologia José David Urbaéz, da Sociedade Brasileira de Infectologia.

Embora a velocidade de contágio esteja acelerada, os outros países demoraram menos tempo para alcançar a marca de 30 mil óbitos. Nos Estados Unidos, ela foi atingida no 47º dia após a primeira morte; no Reino Unido, no dia 59º dia. A velocidade com que as mortes ocorrem está ligada ao número de pessoas infectadas.

0 Comentários

Os comentários são de responsabilidade exclusiva de seus autores e não representam a opinião deste site.

+ Saúde