Carros funerários fazem fila em porta de hospital de Chapecó; veja vídeo

Último boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde, neste sábado (27) registrava 263 mortes no município em decorrência da Covid-19

Chapecó, no Oeste de Santa Catarina, segue em situação de colapso na saúde. Somente no sábado (27), o boletim epidemiológico registrava 263 mortes em decorrência da Covid-19. E uma das cenas que chamou a atenção nas últimas horas foi o número de carros funerários para retirada de corpos do necrotério do HRO (Hospital Regional do Oeste).

Carros de funerárias diariamente são vistos retirando corpos, vítimas na grande maioria pelo novo coronavírus – Foto: Reprodução vídeo/DivulgaçãoCarros de funerárias diariamente são vistos retirando corpos, vítimas na grande maioria pelo novo coronavírus – Foto: Reprodução vídeo/Divulgação

O vídeo mostra três carros de funerárias estacionados aguardando a liberação dos corpos. Somente nos últimos dias, Chapecó registrou 15 mortes de homens e mulheres com idades entre 24 a 85 anos.

Segundo a assessoria do HRO, a movimentação nos últimos dias é constante de funerárias para retirada de corpos. As mortes, na grande maioria, acontecem no maior hospital público da região.

No último boletim divulgado pela Secretaria Municipal de Saúde, 322 pessoas estavam internadas com a Covid-19. Dessas, 96 em leitos de UTI, sendo 64 no hospital público e 32 no privado. Seguiam na enfermaria 125 pacientes, sendo 66 no público e 59 no hospital privado. Além disso, outras 101 pessoas estavam alojadas em demais setores recebendo atendimento médico.

Por conta do alto número de pessoas positivadas recebendo atendimento em Chapecó, o Ministério da Saúde enviou na última sexta-feira (26) um grupo de profissionais da saúde para atender a demanda. A administração municipal abriu 30 novos leitos de enfermaria no Centro de Eventos, e pretende abrir mais 40. Somente no sábado (27), 45 pacientes foram internados na UPA (Unidade de Pronto-Atendimento).

Outra cena marcante registrada nos últimos dias foi a do coveiro Dirceu Correia. Segundo ele, no maior cemitério da cidade, o ritmo de trabalho mudou desde o início da pandemia do coronavírus. Todos os dias, novas covas são abertas para o sepultamento de vítimas da Covid-19 no Jardim Morada do Éden, que fica localizado às margens da SCT-480.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Chapecó e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.

+

Saúde