Casos de dengue em Joinville aumentam 77% em dois dias e morte é investigada

A cidade já tem 662 casos confirmados de dengue, além de 2.739 focos do mosquito Aedes aegypti registrados

A Dive/SC (Diretoria de Vigilância Epidemiológica) investiga uma morte  suspeita de dengue em Joinville, no Norte de Santa Catarina. Caso haja confirmação, será o primeiro óbito pela doença em 2022 na cidade.

Joinville investiga morte por suspeita de dengue – Foto: Pixabay/NDJoinville investiga morte por suspeita de dengue – Foto: Pixabay/ND

A morte em investigação é de um homem de 65 anos e ocorreu no dia 3 de abril. Em todo o Estado, outras oito mortes estão sendo investigadas, enquanto outras oito já foram confirmadas, a maioria no Oeste.

Além disso, Joinville, assim como outros 124 municípios de Santa Catarina, é considerada infestada pelo mosquito Aedes aegypti, o transmissor da doença.

Mais de 600 casos confirmados de dengue em Joinville

De acordo com o Painel da Dengue, atualizado pelo município, Joinville tem 662 casos confirmados de dengue até esta sexta-feira (8). O número é 77% maior do que era há dois dias, quando 374 casos eram notificados.

O bairro com o maior número de casos é o Costa e Silva, com 267 pessoas com a doença, ou seja, 40% do total. Jardim Iririú, Iririú e Comasa também se destacam com mais de 60 casos cada.

Em relação aos focos do mosquito Aedes aegypti, 2.739 já foram registrados na cidade neste ano, a maioria nos bairros Aventureiro, Costa e Silva, Itaum e Floresta.

Em 2021, Joinville foi a cidade com mais mortes por dengue em todo o Estado, com cinco óbitos confirmados pela doença.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Saúde

Loading...