Chapecó chega a 55 mortes por Covid-19

Vítima foi um homem de 74 anos com registro de outras comorbidades

Seis meses depois do início da pandemia do novo Coronavírus, o município de Chapecó, no Oeste de Santa Catarina, chegou a 55ª morte. O óbito ocorreu na manhã desta sexta-feira (11) e foi confirmado pela Secretaria de Saúde. Tratava-se de um homem de 74 anos, com registro de outras comorbidades que estava internado no HRO (Hospital Regional do Oeste. 

Homem estava internado no HRO. – Foto: HRO/ND .

Chapecó teve o primeiro caso confirmado da doença em 14 de março e já chegou a 6.630 pessoas contaminadas. A taxa de incidência no município é de 2.940 casos por 100 mil habitantes, sendo a do estado de Santa Catarina 2.625 e a do Brasil 1.965. co

Em Boletim Epidemiológico divulgado pela Prefeitura, observa-se que os grupos mais acometidos pela doença está na faixa etária de 30 a 39 anos (28,2%), seguido pelas pessoas com idades entre 20 a 29 anos (28%). Em relação ao sexo, dentre as pessoas infectadas os homens apresentam um percentual maior que as mulheres, representando 53,7% do total de casos registrados.

A análise demonstra que 21,3% dos casos confirmados estão na região da Efapi. Dos 1.404 casos registrados nessa área de abrangência, 98,6% já estão recuperados.  Atualmente é o bairro Santa Maria que apresenta o maior número de casos ativos,representando 14,3% dos casos ativos de todo o município. “De todos os casos confirmados em Chapecó, 94,5% dos casos estão recuperados”, afirma a prefeitura.

A taxa de letalidade é de 0,8%, sendo a do estado de Santa Catarina 1,27% e a do Brasil 3,06%. Do total de óbitos, 65% foram registrados nos últimos 40 dias.

A presença de outras comorbidades também é grande entre os óbitos, a principal delas é a Hipertensão Arterial Sistêmica com 66,6%, seguido por Diabetes Mellitus com 46,2% e pela Obesidade, presente em 33,3% dos casos. A faixa etária de maior prevalência é de 70 a 79 anos com 33,3%, seguido por aqueles de 60 a 69 anos com 25,9% dos óbitos. A maioria das vítimas fatais foram homens (32) e mulheres (23).

+

Saúde