Chapecó fará “drive thru” para testar 20 mil pessoas contra a Covid-19

Teste é do tipo swab, que consiste num cotonete colocado na região nasal

Com o aumento de casos de pessoas contaminadas, o município de Chapecó fará um “drive thru” de testagem contra a Covid-19, a partir das 8h de terça-feira (16), no Pavilhão 4 do Parque de Exposições Tancredo Neves, no bairro Efapi.

A medida foi anunciada durante uma transmissão em rede social da Prefeitura, realizada pelo prefeito João Rodrigues (PSD), acompanhado do diretor técnico da Secretaria da Saúde, João Lenz, e da secretária de Educação, Astrit Tozzo.

Vacinação de idosos aconteceu em frente ao Centro de Eventos e no Parque da Efapi em sistema de Drive Thru – Foto: Rodrigo Gonçalves/NDTV ChapecóVacinação de idosos aconteceu em frente ao Centro de Eventos e no Parque da Efapi em sistema de Drive Thru – Foto: Rodrigo Gonçalves/NDTV Chapecó

“Queremos testar 20 mil pessoas em Chapecó, no Pavilhão da Efapi. A Prefeitura está adquirindo testes rápidos para identificarmos onde está o vírus e podermos o quanto antes evitar a transmissão para mais pessoas”, disse o prefeito.

O teste é do tipo swab nasal, que consiste num cotonete colocado na região nasal. A Secretaria de Saúde informou que somente será feito com pessoas que tenham mais de um sintoma de Covid, como tosse, dor de cabeça e falta de paladar. Haverá uma triagem para ver quem se encaixa nos critérios para fazer o teste.

O diretor técnico João Lenz anunciou ações para dar conta do aumento de atendimentos nos ambulatórios, o que acabou gerando filas. Os atendimentos passaram de 250 por dia para 650 neste mês, passando de 800 em alguns dias.

“Nós vamos ampliar o atendimento nos Ambulatórios de Campanha da Efapi e do Ivo Silveira e também abrir o turno da tarde das outras unidades de saúde, exclusivamente para atendimentos respiratórios”, informou o diretor, que é médico da Secretaria de Saúde de Chapecó.

Durante a transmissão, o prefeito João Rodrigues anunciou ainda a antecipação de R$1,6 milhão para o Hospital Regional do Oeste bancar suas despesas. O município também está divulgando a busca de médicos para a rede municipal e também encaminhando alguns currículos para o Hospital Regional do Oeste. Há uma carência de profissionais de saúde no mercado. 

Aulas suspensas

João Rodrigues e a secretária de Educação, Astrit Tozzo, também falaram da suspensão das aulas presenciais. Uma reunião com os proprietários das escolas será realizada na segunda-feira (15), às 10h, no auditório da Prefeitura, para avaliar a situação.

“Eu não queria fechar as escolas, mas estamos com hospitais lotados e nesta semana teríamos o retorno da rede municipal com 23 mil crianças, mais 10 mil das estaduais, mais as escolas particulares, cursinhos, isso daria 45 mil estudantes e mais de 100 mil que os estudantes teriam contato”, explicou o prefeito. 

Ele afirmou que o município também adotou outras medidas, como a nova lei que possibilita a interdição dos estabelecimentos e multa de até R$150 mil, além de decretos restringindo atividades. Uma ação conjunta da Guarda Municipal, Polícia Militar, Polícia Civil e Vigilância Sanitária está verificando o cumprimento das novas regras.

Acesse e receba notícias de Chapecó e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Saúde