Chapecó investiga caso de reinfecção de Covid-19

Informação foi confirmada pela equipe da Secretaria Municipal de Saúde nesta sexta-feira (4)

Um caso de paciente infectado pela segunda vez com Covid-19 é investigado em Chapecó, no Oeste de Santa Catarina. A informação foi confirmada nesta sexta-feira (4) pela Secretaria Municipal de Saúde.

Investimento foi de mais de R$ 2 milhões por meio de financiamento junto ao Banco do Brasil – Foto: Secom/PMCInvestimento foi de mais de R$ 2 milhões por meio de financiamento junto ao Banco do Brasil – Foto: Secom/PMC

A pasta não informou nenhum dado do paciente – sexo, idade ou se tem comorbidades – nem a data em que ele teria se infectado com o novo coronavírus pela segunda vez. 

A diretora técnica Aldarice Pereira da Fonseca afirmou que o caso está sendo investigado pelo laboratório de análises da Fiocruz (Fundação Oswaldo Cruz), em São Paulo.

“No momento nós temos um caso sendo investigado. Quando existe essa suspeita do paciente ter dois exames positivos, são encaminhados soro desses testes, que fica guardado em laboratório, para o laboratório Fiocruz para que seja avaliado o vírus para ver se realmente é reinfecção”, detalhou. 

Pelo protocolo, a Secretaria de Estado de Saúde considera casos suspeitos de reinfecção aqueles em que a pessoa apresentou novo quadro clínico em período acima de 90 dias do primeiro episódio confirmado laboratorialmente por teste PCR.

Até esta sexta-feira, nenhum caso de reinfecção foi confirmado em Chapecó, mas no estado são pelo menos cinco diagnósticos. O primeiro caso de reinfecção do mundo foi confirmado em agosto, por pesquisadores de Hong Kong. 

Trata-se de um homem saudável com o segundo caso de Covid-19 diagnosticado 4 meses e meio depois do primeiro. O sequenciamento do genoma mostrou que as duas cepas do vírus são diferentes, o que comprova a reinfecção.

Acesse e receba notícias de Chapecó e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Saúde