Chapecó tem 222 novos infectados e duas mortes em 24 horas; não há UTI

Os 40 leitos de UTI estão ocupados e 12 pacientes estão internados em salas improvisadas. Cinco pessoas foram levadas para outras cidades somente na quarta-feira (10)

Chapecó, no Oeste de Santa Catarina, registrou duas mortes e 222 novos casos confirmados da Covid-19 em 24 horas. Os dados constam no boletim epidemiológico desta quinta-feira (11) da Secretaria Municipal de Saúde. Com isso, o total de infecções identificadas chegou a 18.273, enquanto os óbitos a 147.

A cada instante novos pacientes chegam com no HRO – Foto: NDTV/ReproduçãoA cada instante novos pacientes chegam com no HRO – Foto: NDTV/Reprodução

Segundo o município, as vítimas mais recentes foram um homem, de 64 anos, que estava internado no HRO (Hospital Regional do Oeste), e outro, de 55 anos, que estava no Hospital Nossa Senhora dos Prazeres, em Lages, na Serra. Ele tinha outros problemas de saúde. 

O número de casos suspeitos também aumentou no mesmo período: passou de 1.334 para 1.451. Isso representa um aumento de 139 novos pacientes que ainda aguardam resultados de exames. 

O município totaliza 1.750 casos ativos e 16.376 pacientes recuperados da doença respiratória, sendo que 60 deixaram de apresentar os sintomas nas últimas horas. Desde março do ano passado, Chapecó realizou 63.248 testes na população. 

Hospital está lotado 

O HRO (Hospital Regional do Oeste) tem 40 leitos de UTI Covid, mas todos estão ocupados. Outros cinco respiradores que chegaram na última semana já estão em uso em outros espaços, mas os leitos ainda aguardam habilitação do Ministério da Saúde.

Chapecó não tem mais leitos de UTI no hospital privado para pacientes com coronavírus – Foto: NDTV/Reprodução/NDChapecó não tem mais leitos de UTI no hospital privado para pacientes com coronavírus – Foto: NDTV/Reprodução/ND

Fora da ala Covid estão hospitalizados 12 pacientes em leitos de terapia intensiva improvisados: oito na UTI Geral, três no Pronto Socorro e um na UTI Neonatal. A Secretaria Municipal de Saúde explicou que os pacientes já passaram do período de transmissão da doença, por isso ocupam as vagas fora da área exclusiva de tratamento para Covid-19. Essa ação faz parte das medidas de conter a superlotação na unidade.  Também há 28 pessoas na enfermaria. 

Já o Hospital Unimed totaliza oito pacientes internados na UTI Covid e 29 na enfermaria. 

Transferências 

Desde janeiro foram transferidos 90 pacientes para unidades hospitalares de outras regiões catarinenses. Somente na quarta-feira (10) ocorreram cinco transferências. 

Os pacientes foram levados para hospitais de Xanxerê, Lages, Videira, Itajaí, Maravilha, São Miguel do Oeste, Concórdia, Caçador, Joaçaba, Xaxim, Palmitos, São Carlos, São Lourenço do Oeste e Navegantes. Apenas cidades de Santa Catarina.

Ambulâncias do Samu fazem as transferências para cidades próximas que ainda dispõe de leitos vagos. Para distâncias maiores, o governo estadual disponibilizou um avião do Corpo de Bombeiros Militar para atender com maior agilidade aos pacientes. A aeronave fica de plantão no aeroporto de Chapecó.

A logística está sendo feita pela Secretaria de Estado da Saúde, pelo Batalhão de Operações Aéreas do Corpo de Bombeiros Militar e pelo GRAU (Grupo de Resposta Aérea de Urgência) do SAMU (Serviço de Atendimento Móvel de Urgência).

Acesse e receba notícias de Chapecó e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Saúde