Cidade de SC vai mandar ‘sommeliers de vacinas’ contra Covid-19 para fim da fila; entenda

"Vocês não têm o direito de escolher a vacina. Vacina boa é aquela que é aplicada no seu braço", alertou prefeito em vídeo publicado em rede social

Os ‘sommeliers de vacinas’, ou seja, aqueles que querem escolher a marca do imunizante que desejam receber contra a Covid-19, podem acabar no fim da fila da vacinação, em Criciúma, no Sul do Estado. A medida foi anunciada nesta quinta-feira (1º) pelo prefeito Clésio Salvaro (PSDB) em vídeo publicado em sua rede social.

Clésio SalvaroPrefeito Clésio Salvaro assina decreto contra ‘sommeliers de vacinas’ em Criciúma – Foto: Arquivo/ND

“Vacina não é vinho para você ficar escolhendo, não é blusa, par de sapatos. Escute bem o que diz o prefeito. Todas elas são aprovadas pela Anvisa e têm eficácia. A vacina boa é a vacina da vez”, justificou.

Clésio Salvaro assinou um decreto com a ação, que entrou no Diário Oficial nesta sexta-feira (2), e já está em vigor. O vídeo publicado na tarde desta quinta pelo prefeito, acompanhado do secretário de Saúde do município, aborda a campanha de vacinação contra a Covid-19 no município.

Clésio Salvaro aproveitou o assunto para anunciar o novo decreto.

“Tem muitas pessoas oportunistas querendo escolher a vacina. Todas elas têm a sua eficácia, a Coronavac, a AstraZeneca, a Pfizer e a Janssen”, destacou.

Na sequência, o prefeito sobe o tom e ressalta que as pessoas não podem escolher o imunizante. “Vocês não têm o direito de escolher a vacina. Vacina boa é aquela que é aplicada no seu braço. Estou assinando esse decreto, como um prefeito de uma cidade lá de São Paulo já fez, e coisas boas nós precisamos copiar”.

Ele explica que o morador que se recusar a receber a dose por causa da marca, vai precisar assinar um termo.

“A pessoa que chegou lá para tomar a vacina, e não tomou porque queria a de outra marca ou laboratório, vai assinar um termo. E se não assinar, dois profissionais assinarão. Essa pessoa vai passar a ser o último da fila. Só quando todos acima de 18 anos forem vacinados, é que esse ‘engraçadinho’ será vacinado”, emendou.

Confira o vídeo:

Covid-19 em Criciúma

De acordo com o último boletim epidemiológico, publicado nesta quinta-feira (1º), Criciúma tem 767 casos ativos de Covid-19 confirmados. São 22 suspeitos.

Até o momento, o município contabilizou um total de 35.581 casos da doença e 591 mortes. O total de doses de vacina já aplicadas em Criciúma é de 109.772, sendo 83.092 da primeira dose, 25.159 da segunda, e 1.521 doses da Janssen, que é única.

Nesta sexta (2), Criciúma vacina todas as pessoas acima de 45 anos.

+

Saúde

Loading...