Cinco cidades do Norte de SC têm melhora na avaliação da Covid-19, mas dose de reforço preocupa

Aplicação da dose de reforço para maiores de 18 anos é fator mais preocupante na avaliação de quase todos os municípios da região

A nova Matriz de Alerta Epidemiológico relacionada à Covid-19 em Santa Catarina, publicada na segunda (25), mostra que cinco municípios do Norte catarinense tiveram melhora na avaliação sobre a pandemia.

Mapa de alerta epidemiológico por município de SC – Foto: SES/Divulgação/NDMapa de alerta epidemiológico por município de SC – Foto: SES/Divulgação/ND

As cidades de Itapoá, São Francisco do Sul, Balneário Barra do Sul, São João do Itaperiú e Barra Velha passaram do nível médio (amarelo) para o baixo (verde), o menos preocupante na matriz.

No mapa, ainda continuam em nível baixo os municípios de Campo Alegre e Três Barras. Já as demais cidades das regiões Nordeste, Planalto Norte e Vale do Itapocu seguem em nível médio.

Antes divulgada por região, esta é a segunda vez em que a avaliação é feita por município e com critérios diferentes de análise, levando em conta taxa de casos de Covid-19, hospitalizações por SRAG (Síndrome Respiratória Aguda Grave) e cobertura vacinal com esquema primário e reforço.

Na região Norte do Estado, as taxas de incidência de Covid-19 e de hospitalizações por SRAG estão em nível baixo em todos os municípios. Já a cobertura vacinal com primeira e segunda dose preocupam, com a maioria das cidades em nível médio.

Aplicação da dose se reforço preocupa em quase todas as cidades da região – Foto: Leo Munhoz/NDAplicação da dose se reforço preocupa em quase todas as cidades da região – Foto: Leo Munhoz/ND

Mais alarmante ainda, porém, é a cobertura vacinal com a dose de reforço para maiores de 18 anos. Nesse critério, quase todos os municípios estão em nível alto (vermelho), o mais preocupante, exceto Itapoá e Três Barras.

Diante disso, a orientação é que as pessoas procurem as unidades de saúde para receber a dose de reforço, disponível para quem tomou a primeira dose da vacina Janssen há dois meses ou a segunda dose das vacinas Coronavac, Pfizer e Astrazeneca há quatro meses.

Participe do grupo e receba as principais notícias
de Joinville e região na palma da sua mão.

Entre no grupo Ao entrar você está ciente e de acordo com os
termos de uso e privacidade do WhatsApp.
+

Saúde

Loading...