Colapso: Governador de SC viaja a Chapecó e se une à força-tarefa

Carlos Moisés chega a Chapecó nesta terça-feira (16) para definir novas ações para minimizar o colapso no sistema de saúde ocasionado pela Covid-19

O governador de Santa Catarina, Carlos Moisés, chega a Chapecó, no Oeste de Santa Catarina, nesta terça-feira (16) para definir, junto ao gabinete de crise, novas ações de enfrentamento à pandemia da Covid-19. O maior município do Oeste vive um colapso na saúde com o crescimento acelerado de casos e a superlotação dos leitos hospitalares.

Chapecó entrou em colapso na saúde por conta do aumento de contaminações e mortes – Foto: Foto: Leandro Schmidt/NDChapecó entrou em colapso na saúde por conta do aumento de contaminações e mortes – Foto: Foto: Leandro Schmidt/ND

Moisés informou que o Estado está unindo todas as forças para gerir o tensionamento no sistema de saúde. A intenção, segundo o governador, é realocar os pacientes para outros hospitais, uma vez que a tensão sobre o sistema hospitalar é especificamente em Chapecó e existem vagas em outras unidades hospitalares.

Segundo ele, a gestão da saúde no Estado é feita com visão estadual. “Logo, se temos uma crise localizada na região Oeste, vamos descentralizar esses pacientes e também criar novas estruturas com leitos de retaguarda. Já estamos trabalhando nisso junto com o prefeito João Rodrigues”, acrescentou.

Moisés não descartou outras ações como a restrições de algumas atividades de forma regionalizada para que ocorra a distensão do sistema de saúde do Oeste do Estado.

Acesse e receba notícias de Chapecó e região pelo WhatsApp do ND+

Entre no grupo
+

Saúde